quarta-feira, 18 de março de 2020

Calor dificulta circulação do "corona", mas doença vai chegar, diz médico de Cuiabá, confira aqui! |Últimas Notícias do Brasil!


Calor dificulta circulação do "corona", mas doença vai chegar, diz médico de Cuiabá, confira aqui! |Últimas Notícias do Brasil!
Ivens Cuiabano Scaff é médico infectologista e diz que lavar as mãos e tapar boca e nariz ao tossir não é uma besteira e sim importante para conter o vírus



O calor e a secura de Mato Grosso podem mesmo dificultar a circulação do vírus coronavírus, o COVID-19. Quem confirma isso é o experiente infectologista Ivens Scaff. Apesar disso, o médico ressalta que é importante a população seguir as orientações de prevenção do Ministério da Saúde, como lavar as mãos e evitar aglomeração de pessoas. Até porque segundo ele independemente do clima a doença chegará até aqui.




“Ele vai chegar, mas não na velocidade e eficácia de outros lugares”
O que acontece é que o clima mato-grossense pode diminuir a velocidade do Covid-19. Pelo mundo, o vírus é temido por sua rápida transmissibilidade. No Brasil, já são 200 casos confirmados, mas sem registros de mortes, segundo balanço do Ministério da Saúde. Em Mato Grosso, são 10 casos suspeitos. Um deles surgiu hoje em Rondonópolis (a 212 Km de Cuiabá). Leia sobre isso aqui.





“O vírus depende muito de temperaturas mais frias e umidade (Europa, Ásia e América do Norte estão no inverno – o que facilita a propagação). É o contrário que temos aqui. Por exemplo, em São Paulo, com a chegada do inverno, pode haver um problema mais sério. Mas aqui não”, antevê.

Ivens acredita também que, mesmo com a chegada do inverno no Brasil, o vírus não vá circular tão rápido no Estado. “Mato Grosso nunca tem um frio de mais de uma semana”, cita. “Por isso a doença vai chegar, mas não na velocidade e eficácia de outros lugares”.


O médico entende que ainda é muito cedo para suspender atividades, como aulas em escolas e trabalho. Mas afirma que é importante lavar as mãos e cobrir a boca e nariz  ao tossir ou espirrar. Segundo diz, isso não é besteira.

fonte: rdnews

Nenhum comentário: