quarta-feira, 11 de março de 2020

Dráuzio Varella se pronuncia sobre abraço em transexual presa: “Sou médico, não juiz” e depois pede Desculpa a família do menino estuprado e morto por Suzy, confira aqui! |Últimas Notícias do Brasil!


Dráuzio Varella se pronuncia sobre abraço em transexual presa: “Sou médico, não juiz” e depois pede Desculpa a família do menino estuprado e morto por Suzy, confira aqui! |Últimas Notícias do Brasil!
Foto: Reprodução/Twitter



O médico Dráuzio Varella publicou nota na tarde deste domingo (8) em razão dos ataques que vem sofrendo por conta do abraço na detenta Suzy de Oliveira durante reportagem no Fantástico do último domingo (08).

A solidão de Suzy – que não recebe visitas há 8 anos – gerou comoção nacional e fez com que mais de 200 cartas fossem enviadas ao presídio em Guarulhos na qual ela se encontra.




Neste domingo, no entanto, começou a circular uma informação de que o motivo da prisão da transexual seria estupro e ocultamento de cadáver, o que gerou uma onda de ataques ao médico. A história foi compartilhada em redes da extrema-direita e se baseia em um documento que não possui evidências de que trata realmente da detenta.

Varella, que possui um largo histórico de atuação como médico, fez a seguinte afirmação: “em todos os lugares em que pratico a Medicina, seja no meu consultório ou nas penitenciárias, não pergunto sobre o que meus pacientes possam ter feito de errado”.





“No caso da reportagem veiculada pelo Fantástico na semana passada (1/3), não perguntei nada a respeito dos delitos cometidos pelas entrevistadas. Sou médico, não juiz”, completou.‌

Confira a nota abaixo:‌‌

“Há mais de 30 anos, frequento presídios, onde trato da saúde de detentos e detentas. Em todos os lugares em que pratico a Medicina, seja no meu consultório ou nas penitenciárias, não pergunto sobre o que meus pacientes possam ter feito de errado. Sigo essa conduta para que meu julgamento pessoal não me impeça de cumprir o juramento que fiz ao me tornar médico. No meu trabalho na televisão, sigo os mesmos princípios. No caso da reportagem veiculada pelo Fantástico na semana passada (1/3), não perguntei nada a respeito dos delitos cometidos pelas entrevistadas. Sou médico, não juiz. Drauzio Varella.”


Esclarecimento do dr. Drauzio sobre a reportagem produzida e veiculada pelo @showdavida, no último domingo, 01 de Março. pic.twitter.com/b02JQ5tW9d

— Portal Drauzio Varella (@drauziovarella) March 8, 2020

Drauzio pede desculpas à família do menino estuprado e morto por Suzy




fonte: revista fórum e JN

Nenhum comentário: