segunda-feira, 17 de agosto de 2020

PROFESSORA É ACUSADA DE MANTER RELAÇÕES COM ALUNO DE 14 ANOS, confira aqui! |Últimas Notícias do Brasil!


PROFESSORA É ACUSADA DE MANTER RELAÇÕES COM ALUNO DE 14 ANOS, confira aqui! |Últimas Notícias do Brasil!




De acordo com o jornal The Mirror, câmeras de segurança flagraram o momento que o carro da professora de geografia chega ao estacionamento


Apesar das acusações, Monica Elizabeth Young, de 23 anos, nega o envolvimento com o estudante, assim como diz ser mentira que teria tocado o aluno enquanto ambos estavam em sala de aula.


Professora é acusada de manter relações com aluno: câmera de segurança flagrou ação em estacionamento
De acordo com o jornal The Mirror, câmeras de segurança flagraram o momento que o carro da professora de geografia chega ao estacionamento, mas nas imagens não é possível ver com clareza o interior do veículo.

Conforme a polícia local, um outro estudante teria visto o dia em que a professora instigou o colega a colocar a mão dentro de sua calcinha em sala de aula. Além disso, a testemunha disse que a mulher também acariciou a coxa do adolescente.


No tribunal, o advogado da acusada, Ian Lloyd QC, disse que os promotores estavam exagerando nas afirmações sobre contato, e que as câmeras de segurança não comprovam a atitude.

Além disso, os promotores do caso mostraram uma foto que a professora teria enviado ao aluno onde aparece na cama com uma legenda que insinua que estaria esperando por ele. Entretanto, o advogado da mulher afirma que a imagem não mostra nenhuma atividade.

Ainda de acordo com as pontuações feitas pelo promotor do caso, Scott Jaegar, a mulher representa um risco para a vítima, que não queria que ela fosse solta por medo de cometer o mesmo crime com outros garotos.


No momento, o juíz à frente do caso concedeu fiança à professora para que ela permaneça em prisão domiciliar.

A princípio, o jornal The Mirror concluiu que o advogado da mulher levaria o caso a julgamento.

O retorno ao tribunal está previsto para o dia 2 de setembro


fonte: Ric Mais

Nenhum comentário: