quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Junto “desde que nasceu”, casal de Soledade era definido como amoroso e cheio de planos , confira aqui! | UltimasNoticiasDoBrasil..com



Junto “desde que nasceu”, casal de Soledade era definido como amoroso e cheio de planos , confira aqui! | UltimasNoticiasDoBrasil..com
Jovens empreendedores e cheios de planos, Bruna e Marcony tinham ambos 28 anos e haviam nascido com quatro dias de diferença

O acidente da manhã de domingo (6) no km 261 da rodovia BR-386, em Fontoura Xavier, no norte do Estado, abreviou a vida de um jovem casal definido por amigos e familiares como amoroso e cheio de planos.

Moradores de Soledade, Marcony Canssi Abramowicz e Bruna Vargas Ortiz, ambos de 28 anos, estavam no Voyage que se chocou com uma S10 por volta das 9h30min. Além deles, estavam no carro um dos irmãos e a mãe de Bruna, que seguem hospitalizados. Eles viajavam a caminho de São Leopoldo, para visitar um familiar de Bruna.

Marcony e Bruna namoravam havia cerca de oito anos, desde o tempo em que Bruna morava em Espumoso, de onde é natural. Eram conhecidos pelo companheirismo. Os amigos brincavam que o casal estava junto desde que nasceu, pois os aniversários são separados por apenas quatro dias. Bruna era de 16 de julho e Marcony, do dia 20 de julho.
Há seis anos, a jovem se mudou para Soledade para trabalhar em uma estética, e em seguida começou a morar com o namorado. Era formada em Tecnologia em Estética e Cosmética e cursava Biomedicina na Ulbra. Marcony, conhecido na cidade como Cony, era formado em Direito e administrava uma loja de eletrônicos com o pai, a Base Informática.

No dia a dia da clínica, Bruna se tornou amiga da também esteticista Flávia Loch, que era esposa de Flávio, amigo de longa data do seu namorado. Há um ano e meio, Bruna convidou Flávia para montarem uma estética em sociedade, a Estética Modelle. Se tornaram, então, um quarteto de amigos inseparáveis.

– Vínhamos fazendo cursos e adquirindo equipamentos muito pela vontade da Bruna de crescer. Era meu braço direito e tinha se tornado uma irmã. As clientes não param de me dizer o quanto o sorriso dela vai fazer falta quando chegarem na clínica – conta Flávia.

Cony é definido pelos familiares e amigos como um rapaz tranquilo, parceiro e educado. Como o pai, Elton Marconi Abramowicz, tinha como hobby o motociclismo de velocidade. Os dois haviam passeado juntos de moto no sábado (5), quando o filho aproveitou para mostrar ao pai o apartamento que pretendia comprar com a namorada:

– Foi a última vez que nos vimos. Eles estavam no melhor momento, pessoal e profissionalmente. Era um filho exemplar, levo ele até no meu nome – conta Elton.

O outro hobby de família era o futebol. Um dos irmãos mais novos, Marcel Canssi, é jogador profissional criado na base do Inter. Em 2020, disputou o Gauchão pelo São José. Diferentemente do pai, colorado, Cony era gremista fanático, como o amigo Flávio.

– Perdi um parceiro de assistir jogos do Grêmio. Eles eram pessoas do bem, cheios de amigos aqui na cidade. Somos apenas dois da legião que eles têm – declara Flávio.

Bruna faleceu no momento do acidente. Foi velada e sepultada em Espumoso, na manhã desta segunda-feira (7). Marcony chegou a ser hospitalizado em Passo Fundo, mas não resistiu.

Em razão da comoção em Soledade, o velório será nesta terça-feira (8) das 7h às 11h no CTG Vaqueanos da Cultura, para que as pessoas possam se despedir respeitando o distanciamento social. A prefeitura decretou luto oficial de três dias.

Nas suas redes sociais, Elton agradeceu as mensagens de conforto e deixou foto do filho e a nora com uma mensagem de despedida:

“Foi cuidar da Bruna, seu amor. A dor é imensurável, mas a certeza que criamos filhos amados e admirados que só alegria nos deram. Até breve meus queridos.”

Marcony deixa os pais, Elton e Stela, e o irmãos Marcel e Matheus. Bruna deixa os pais, Dalvori Ortiz e Denise Vargas, e os irmãos Lucas, Vinícius e Leonardo.


Nenhum comentário: