terça-feira, 1 de setembro de 2020

Polícia Civil prende 2 suspeitos de chacina em fazenda, que vitimou até criança , confira aqui! | UltimasNoticiasDoBrasil..com

Polícia Civil prende 2 suspeitos de chacina em fazenda, que vitimou até criança , confira aqui! | UltimasNoticiasDoBrasil..com

Dois homens envolvidos na chacina que vitimou uma família moradora da comunidade Mossoró, em Lucas do Rio Verde, foram presos pela Polícia Civil na tarde desta segunda (31). Alvejados por vários disparos, avós, filho e uma neta de 3 anos, foram reféns do bando que agiu impiedosamente e com agressividade contra o clã neste domingo (30) em Lucas do Rio Verde (360 Km da Capital). Ao menos quatro homens participaram do crime

Avô e neta, que foi executada com tiro na cabeça, não resistiram e morreram. O pai da criança e a avó seguem internados no Hospital Regional São Lucas.

 O delegado Daniel Nery disse, em entrevista coletiva, que após o crime, a polícia em busca dos suspeitos conseguiu localizar o veículo GOL GW vermelho, que os bandidos usaram para chegar na fazenda. A localização foi feita com auxílio das câmeras de monitoramento da cidade que apontaram o paradeiro de dois dos 4 integrantes do grupo.

Segundo Nery, os criminosos não admitem a autoria dos disparos, mas confirmam que estavam junto aos outros dois homens ainda foragidos. “Eles confirmam que estiveram juntos no evento, mas não querem confessar que atiraram, até mesmo pela intensidade do crime. De qualquer forma, serão autuados em flagrante”, disse.

Motivação

O delegado, inicialmente, direciona a motivação do crime a um desentendimento com a família no dia anterior, onde os suspeitos teriam voltado para um acerto de contas.

Marcelo Maidame, delegado responsável pelo caso ressaltou a motivação torpe e disse que as investigações constataram que o bando estava sob efeito de álcool e drogas no dia do crime. Segundo Maidame, todos o processo deve ser direcionado ao Ministério Público para que o grupo responda futuramente por homicídio qualificado e tentado.

"É um crime muito grave. Iremos trabalhar empenhados para fazer um bom procedimento criminal”, afirmou o delegado.

O tenente-coronel da PM Fábio Mota, que também está trabalhando no caso, afirmou que a Polícia Militar continuará realizando a busca pelos outros dois integrantes, ainda foragidos. “Dever de resposta à sociedade Luverdense".

O caso

O crime, ocorreu por volta das 13h30 deste domingo (30), em uma fazenda em Lucas do Rio Verde, na comunidade Mossoró. Eduardo Ferreira dos Santos, de 45 anos, sua esposa- mesma idade, o filho, 26 anos e a neta Nicolly Karoline de Carvalho, 3 anos, foram atingidos por diversos disparos de arma de fogo.

Quatro pessoas teriam chegado ao local em um veículo GOL GW ‘bola’ vermelho e alvejado a família.

Eduardo morreu ainda no local, antes da chegada da Polícia Militar (PM), Nicolly, que levou um tiro na cabeça, morreu na madrugada desta segunda (31), no Hospital Regional. Mãe e filho, vítimas da chacina seguem internados.

Antes de ser assassinado, Eduardo teria dito aos suspeitos: “agora vocês vieram aqui para atazanar minha família?”. O filho confirmou a versão da mãe e relatou que revidou os disparos, atirando contra os suspeitos.

O revólver usado pelo jovem foi recolhido pela PM. Duas espingardas que estavam na casa e eram de Eduardo também foram apreendidas. O veículo utilizado pelos suspeitos também teria sido usado também por homens que foram ao local para pescar. Um dos tripulantes foi embora após discutir com Eduardo.

A mãe da vítima estava na residência, mas entrou em estado de choque e não pode colaborar com a investigação. Um celular foi encontrado no terreno ao redor da casa.


fonte: Dayanni Ida -RrdNews

Nenhum comentário: