quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Réu acusado de matar namorado de ex-mulher será julgado hoje, confira aqui! | UltimasNoticiasDoBrasil..com



Réu acusado de matar namorado de ex-mulher será julgado hoje, confira aqui! | UltimasNoticiasDoBrasil..com


O empresário acusado de matar o namorado de sua ex-companheira em 18 de setembro de 2016, no Bairro Jardim Atlântico, em Belo Horizonte, será julgado nesta quinta-feira (10/09). O julgamento terá início às 9h, no 1º Tribunal do Júri, e será presidido pelo juiz Leonardo Damasceno.

Denúncia
Segundo a denúncia, o acusado e a ex-companheira mantiveram união estável por dez anos e se separaram no final de 2015. Inconformado com o fim do relacionamento e com o novo relacionamento da ex, “uma vez que nutria por ela um sentimento de posse” (motivo torpe), decidiu matar o namorado dela.

Disparo de arma de fogo
De acordo com os autos, o réu entrou no apartamento da ex-companheira, por volta das 4h30, enquanto o casal dormia. O namorado da ex-mulher foi pego de surpresa com a inesperada chegada do agressor, que efetuou disparo de arma de fogo, atingindo-o no peito; recurso que dificultou a defesa da vítima.

Você Pode Gostar Também:
STJ anula sentença de pronúncia após alegação do juiz de que réu agiu deliberadamente

Advogado acusado de tentativa de feminicídio é condenado a 14 anos de prisão

TJSC nega liberdade para réu acusado de matar transexual

Interrogatório judicial
Durante o interrogatório judicial, o acusado permaneceu em silêncio. Todavia, na fase inquisitorial, ao ser ouvido, declarou de forma pormenorizada como invadiu o prédio e o apartamento e confessando ter atirado, porém sem saber em qual direção. 

No entanto, a mulher declarou que o réu manteve a arma o tempo todo apontada para ela; entretanto, no fim, atirou contra o namorado dela.

Facilidade de acesso
Consta de documentos no processo que o réu, por já ter sido síndico do prédio onde entrou para cometer o crime, possuía as chaves de acesso do local e teria desligado o circuito de gravação de imagens. O réu encontra-se preso.



Nenhum comentário: