segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Gato volta para casa após 8 anos desaparecido, confira aqui! | UltimasNoticiasBrasil..com

Gato volta para casa após 8 anos desaparecido, confira aqui! | UltimasNoticiasBrasil..com

 
"Mo" ficou desaparecido por 8 anos, mas voltou para casa | Reprodução/Twitter

Quando um animal de estimação foge, a tristeza toma conta dos donos. Quem já teve essa experiência, sabe quanto é doloroso não saber se seu animalzinho está bem, ou precisando de ajuda, ou se até já morreu. Mas para a felicidade de Izzy Harris, seu gatinho Mo, que estava desaparecido há 8 anos, finalmente voltou para casa, em Swansea, na Inglaterra.
As informações são do portal britânico Metro.



Em 2012, a família de Izzy decidiu viajar durante as férias e deixou o felino em um gatil. Acontece que o serelepe Mo fugiu do abrigo para o desespero dos tutores, que começaram uma campanha à procura do gato. Panfletos e até anúncios em jornais foram feitos para tentar localizar o animal.

“Queríamos acreditar que alguém gentil poderia ter adotado [o gato], mas presumimos que ele havia sido atropelado”, disse Izzy, que é estudante de enfermagem de saúde mental e blogueira.

Mas, quase dez anos depois, veio a notícia de que Mo estava são e salvo. Durante esse tempo todo, o felino morou com uma idosa, onde foi bem tratado. Porém, a velhinha morreu e o pet foi levado a um abrigo de animais da RSPCA, organização que trata do bem-estar animal. Chegando lá, verificou-se que o gato possuía um microchip e os dados o levaram à sua antiga dona, Izzy.
Agora, os dois se reencontraram após tanto tempo. “Nunca pensamos que o veríamos novamente. Milagres acontecem! Felizmente, Mo está com boa saúde, mas está um pouco ‘cauteloso’ em relação aos outros gatos da família”, escreveu Izzy no Twitter. 

"Recebemos um telefonema ontem da RSPCA que o encontrou na casa de uma senhora que havia morrido, não muito longe do gatil onde ele desapareceu", explicou a moça. “Não sabemos há quanto tempo ele morava com a velha, mas ela parece ter cuidado bem dele, por isso estamos muito gratos por isso e lamentamos saber que ela faleceu. Se não fosse pelo seu microchip ter sido escaneado e atualizado, ele não teria voltado para nós”, completou.



fonte: diário online