sexta-feira, 2 de outubro de 2020

Homem é preso em flagrante acusado de torturar namorada durante 24 horas, confira aqui! | UltimasNoticiasBrasil..com


Homem é preso em flagrante acusado de torturar namorada durante 24 horas, confira aqui! | UltimasNoticiasBrasil..com







Um homem de 41 anos foi preso em flagrante na quarta-feira (30/09) acusado de torturar a namorada de 49 anos por quase 24 horas em uma casa na Vila Romana, na Zona Oeste de São Paulo. De acordo com a Polícia Civil, a discussão teria começado por causa de uma novela.

O acusado e a vítima estavam na calçada quando a polícia chegou ao endereço. Ao ver a viatura, a mulher, que é professora, disse à polícia que tinha sido violentamente agredida. Ela tinha hematomas nos braços e nas pernas e estava com o rosto machucado, com sangramento perto de um dos olhos.

De acordo com o boletim de ocorrência, o acusado negou a agressão, afirmando que a companheira faz uso de medicação controlada, e que, por isso, seria “doida”.

A mulher foi encaminhada pelos policiais ao Pronto-Socorro da Lapa e foi submetida a procedimentos médicos no hospital, como tomografia. Depois, foi ao Instituto Médico Legal (IML) fazer exame de corpo de delito.

O homem seguiu com os policiais para a 4ª Delegacia de Defesa da Mulher. Ele foi acusado de tortura, violência doméstica, sequestro e cárcere privado.

Ameaça de morte

De acordo com o depoimento da mulher à polícia, desde a noite de terça-feira (29/09) ela vinha sendo agredida física, verbal e psicologicamente pelo então companheiro, inclusive durante o banho. Ela relatou que ele bateu e prensou a cabeça dela contra a cama, contra o guarda-roupa e contra o chão de um dos cômodos da casa, lhe deu chutes na perna e lhe segurou com força pelos pulsos e pelos braços.




Ainda de acordo com relatos da vítima, o autor costumava usar uma arma de choque e dizia que ele e dois irmãos dela iriam matá-la. A professora também contou que, durante a agressão, o acusado não permitiu que ela saísse de casa sem ele e nem usasse o celular.

A vítima relatou que na quarta-feira (30), o agressor teria iniciado uma briga porque queria obter informações sobre o processo envolvendo a guarda de seu filho, que está sob os cuidados de uma advogada que é amiga da mulher.

Durante o interrogatório, o homem confessou ter provocado os hematomas nos braços e pernas da vítima, confirmando que a discussão se iniciou por causa de uma novela.

Foi solicitada medida protetiva para a vítima e representação da denúncia contra o agressor, que passou por audiência de custódia nesta quinta.


fonte: Portal CBN