quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Homem mata a parceira na faca, chama a polícia e se entrega, confira aqui! |Últimas Notícias do Brasil!



Homem mata a parceira na faca, chama a polícia e se entrega, confira aqui! |Últimas Notícias do Brasil!



Avisado que a parceira estava com outro, ele foi até em casa, achou a cena e cometeu o assassinato.

Um homem de 42 anos, identificado como José Rodrigues Oliveira foi preso no início da madrugada desta segunda-feira (24) acusado de matar a parceira, de 45 anos, Joana Paula Vieira Rodrigues, ao supostamente acha-la o outro homem dentro de casa.





A Polícia Militar foi acionada a pedido do próprio suspeito, que após cometer o assassinato foi até um estabelecimento próximo, disse ter assassinato sua companheira e pediu que a polícia fosse chamada.

Uma equipe foi até o local, no Bairro Vila Concórdia, em Paranatinga (380 km de Cuiabá) e encontrou José, que imediatamente se entregou.

O suposto caso
Questionado, José disse que estava trabalhando na colheita de uma fazenda quando foi informado de que sua parceira o estaria com outro dentro de casa naquele momento.

Ele parou o serviço imediatamente e foi para casa. Ao entrar, deparou-se com um homem saindo correndo.





Revoltado, segundo o relato de José à polícia, ele entrou na casa e encontrou Joana, em cima da cama.

O assassinato
José não pensou duas vezes. Pegou uma faca e partiu para cima de Joana, que, a princípio, tentou se defender colocando uma das mãos na frente.

O marido, no entanto, continuou com as agressões e cortou a vítima.


José ainda enrolou Joana em uma coberta, deixou a faca que usou para cometer o crime em cima da cama e saiu da casa com a intenção de se entregar.

Ele foi até um estabelecimento que fica próximo à casa e pediu para chamarem a polícia.

Feminicídio
Assim que ouviram o suspeito, os policiais o algemaram e colocaram na viatura. Em seguida, o levaram até o endereço que o próprio indicou.

Joana foi encontrada no quarto, no chão, ao lado da cama, enrolada em uma coberta, com um corte no pescoço. Já sem sinais vitais.

A arma do crime estava em cima da cama, uma faca de cabo branco.

A Polícia Judiciária Civil e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foram acionadas e o local foi preservado para perícia.

O caso foi registrado como feminicídio.

fonte: