quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Impostores fingem ser 'médico galã' e dão golpe de R$ 110 mil em aposentada., confira aqui! | UltimasNoticiasBrasil..com


Impostores fingem ser 'médico galã' e dão golpe de R$ 110 mil em aposentada., confira aqui! | UltimasNoticiasBrasil..com


Um grupo de golpistas fingiu ser um 'médico galã' para tirar 15 mil libras (R$ 110 mil) de uma aposentada escocesa, após inventar histórias de amor e engatar um relacionamento virtual de quatro meses. O jornal Daily Record relatou que a mulher não identificada de 68 anos chegou a penhorar até joias da família para "ajudar financeiramente" seu parceiro virtual. 

Para enganar Marie, os golpistas usaram fotos reais de um médico chamado Dr. David Samadi, que mora nos Estados Unidos, e inventaram o nome de Dr. Tony Brooks. De acordo com a publicação britânica, as partes iniciaram a conversa no Facebook falando sobre músicas até os chantagistas ganharem a confiança da aposentada e sugerirem o WhatsApp. Antes, o suposto doutor também alegou que havia se mudado dos EUA para a Irlanda, além de usar o apelo emocional de que se sentia sozinho desde que sua esposa faleceu. Relacionadas.

"Eu estava me sentindo um pouco solitária, talvez devido ao lockdown e ao modo como a vida está agora (quarentena), mas estava gostando das nossas conversas e sentia pena dele", disse Marie ao Daily Record.

A relação enganosa entre Marie e os golpistas durou quatro meses. Apesar de receber um modesto salário de aposentadoria, ela nesse período conseguiu empréstimos de 3 mil libras (R$ 22 mil), e penhorou as joias da família chegando a enviar para os impostores por meio de diversas contas bancárias e de uma empresa valores entre mil (R$ 7,3 mil) e 3,5 mil libras (R$ 25,8 mil). Segundo o Dr. Tony Brooks, ele tinha problemas, pois não estava recebendo salário.

"Ele me disse que era um cirurgião ortopédico e eu achei terrível ele não estar sendo pago", disse ela.

As coisas saíram de rumo, e Marie desconfiou de que havia algo errado quando ficou sabendo que teria que pagar 2,5 mil libras por um pacote apreendido pela alfândega e que estava sendo enviado ao Reino Unido em seu nome. Os impostores fizeram chantagem com a aposentada ao falarem que na encomenda havia 1 milhão de dólares (R$ 5,6 milhões) e que caso as autoridades descobrissem, ela poderia ser presa por lavagem de dinheiro. Posteriormente, a situação piorou quando os golpistas disseram que sabiam onde ela morava e ameaçaram seus familiares se mais quantias não fossem enviadas a eles.

Segundo o Daily Record, as autoridades que investigam o caso rastrearam que os golpistas estão localizados na Índia e que o número de WhatsApp foi feito por meio de um aplicativo falso que registrou o código do Arizona, nos EUA. O filho de Marie, por outro lado, informou que eles conseguiram recuperar as joias penhoradas e ainda discutem com o banco sobre as cifras que perderam no golpe. 



fonte: bol.uol