terça-feira, 13 de outubro de 2020

Mãe e filha são mortas em casa durante festa de aniversário em São Paulo, confira aqui! | UltimasNoticiasBrasil..com


Mãe e filha são mortas em casa durante festa de aniversário em São Paulo, confira aqui! | UltimasNoticiasBrasil..com



A jovem Nathalia Saldanha de Souza foi morta a facadas por volta das 20h30 desta segunda-feira (12) na sua casa, em Guaianases (zona leste de São Paulo), onde comemorava seu aniversário de 18 anos com a família. A mãe dela, Priscila Saldanha, 38, também morreu.

O principal suspeito do crime é o ex-companheiro da aniversariante, que não havia sido preso até a publicação desta reportagem. A motivação para o crime seria o fato de o suspeito não aceitar o fim do relacionamento com a vítima, segundo a polícia.


Foi registrado no 53º DP (Parque do Carmo) que o suspeito, cuja identidade não informada, teria ido à casa das vítimas pela manhã, quando fora buscar a filha de 2 anos, que teve com Nathalia, por causa do feriado do Dia da Criança.

Ele e a menina passaram o dia todo juntos quando, por volta das 20h30, somente o suspeito retornou à casa das vítimas. No local, ocorria um churrasco, com cerca de 12 pessoas, das quais oito eram crianças, de acordo com o relato feito à polícia por um amigo de Nathalia. Nenhuma informação sobre a criança de 2 anos havia sido encaminhada pela polícia até a publicação desta reportagem.

O ex-namorado, ainda de acordo com a testemunha, teria chamado Nathalia para conversar na cozinha da casa. Alguns minutos depois, o amigo ouviu a jovem gritar por ajuda e, por isso, correu até a cozinha. Ao chegar no local, afirma ter visto o suspeito esfaqueando Priscila e o padrasto de Nathalia, também já ferida. Quando o criminoso avistou a testemunha, "foi em sua direção armado com a faca, motivo pelo qual temendo por sua integridade física [a testemunha] correu para se salvar e pedir ajuda", diz trecho de boletim de ocorrência.

Porém, quando tentava abrir o portão da residência, o rapaz afirmou que o suspeito o alcançou, ferindo com uma facada o ombro direito da testemunha, que finalmente conseguiu correr para a rua. O rapaz encontrou um conhecido, em uma adega das redondezas, e foi levado ao hospital Santa Marcelina, onde foi socorrido e liberado.

Enquanto a testemunha era socorrida, o suspeito teria fugido, segundo a polícia, em um Fiat Palio cinza.

Nathalia, Priscila e o padrasto da jovem foram encaminhados ao Hospital Geral de Guaianases, onde as duas mulheres morreram e o homem, de 38 anos, foi submetido a uma cirurgia e permanece internado. Seu estado de saúde não foi informado.

Segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública), gestão João Doria (PSDB), o caso foi registrado como tentativa de homicídio qualificado, violência doméstico e feminicídio (quando a vítima é morta por ser mulher), sendo investigado pela 8ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher). "Diligências estão em andamento para localizar o suspeito", diz trecho de nota.

UMA MULHER MORTA POR DIA

Entre janeiro e agosto deste ano, foram registrados 257 homicídios de mulheres no estado de São Paulo, um caso por dia, considerando o período. Deste total, 109 foram de feminicídios, representando 42% dos casos. Os dados são da SSP.

Já no ano passado, foram 268 assassinatos de mulheres, dos quais 103 foram feminicídio, neste último caso sendo seis ocorrências a menos que no mesmo período deste ano. Uma alta de quase 6%, durante a pandemia da Covid-19.

fonte: Folha Press

Nenhum comentário:

Aviso Legal

Qualquer prática ilícita ou com a publicação de conteúdo que viole direitos autorais, por favor nos informe escrevendo para ultimasnoticiasdobrasil.com@domainsbyproxy.com

Pesquisar este blog