terça-feira, 27 de outubro de 2020

Prima diz ter sofrido abuso pelo prefeito de Jandaíra quando era adolescente; gestor nega, confira aqui! | UltimasNoticiasBrasil..com


Prima diz ter sofrido abuso pelo prefeito de Jandaíra quando era adolescente; gestor nega, confira aqui! | UltimasNoticiasBrasil..com



Uma mulher de 22 anos acusa Adilson Leite (MDB), atual prefeito de Jandaíra, de ter a abusado quando ela tinha apenas 14 anos. À época, o emedebista, que é primo da jovem, tinha 37 anos e era vereador da cidade. 

A advogada da suposta vítima entrou com uma representação no Ministério Público da Bahia (MP-BA), que confirmou ao BNews que o caso está em análise.

Em conversa com a reportagem, Adilson negou a acusação e disse que nunca a agrediu. Segundo ele, a denúncia é mais um movimento político, já que o seu tio e de Tamires, Roberto Carlos Leite, ex-prefeito de Jandaíra, estaria insatisfeito com a perda de poder no município nos últimos anos.

De acordo com Adilson, o tio de Tamires e seu atual opositor viabilizou a candidatura do seu sogro, Gildásio, do PSD.

O prefeito admitiu que os dois chegaram a "ficar" quando Tamires tinha 16 anos, motivo de insatisfação do pai dela, mas que isso nunca foi feito de forma forçada. 

"Isso é coisa da oposição. O ex-prefeito é tio dela e se junto com o irmão, estão perdidos na política, fazendo de tudo. Porque quando aconteceu ela não falou nada? Nunca fiz nada com ela, graças a Deus. Eu não estou nem um pouco preocupado, pois sabiam que estavam tentando armar isso", declarou.

O CASO

De acordo com o documento assinado pela defesa de Tamires, ela começou a trocar mensagens com o suposto agressor em 2012, por meio do Facebook. A adolescente teria aceitado um encontro com Adilson pois acreditava que podia ajudar em uma briga entre ele e o seu pai.

Já no primeiro encontro, o então vereador teria tentado beijá-la e força-la a manter relações, mas ela o impediu. Em outra ocasião, novamente Adilson teria voltado a tentar beijar Tamires.

Alguns dias depois, ele a convidou para passear de jet ski no Povoado de Mangue Seco. Durante o passeio, Adilson se distanciou da praia, de onde as pessoas poderia avistá-los.

Foi quando Tamires diz ter sido surpreendida pelo primo, 23 anos mais velho, e a empurrando para a areia. Ela alega que foi abusada naquele momento por Adilson, sem preservativo. 

Ao retornar, o avô de Tamires viu os dois desembarcando juntos. Ela nunca mais o viu pessoalmente.

Somente 8 anos depois, agora casada e com um filho, é que Tamires se sentiu à vontade para procurar a Justiça, de acordo com a representação.

Recentemente, conforme indica a peça, Adilson visitou a casa dos pais de Tamires. Em uma conversa, o pai teria conseguido gravar o momento em que o atual prefeito reconhece o crime cometido. Ele também teria confessado o ato a outro primo, Tácio Leite.

Adilson, no entanto, nega que tenha feito a confissão. Segundo ele, teria pedido desculpas ao pai de Tamires pelo fato de ter "ficado" com ela no passado, conforme relatou, quando ela tinha 16 anos.

fonte: Bocão News