domingo, 8 de novembro de 2020

Bebê de 1 ano é morto por madrasta em Canoas


 



Durante esta sexta-feira (06), um bebê de apenas um ano e seis meses, foi morto por sua madrasta, na cidade de Canoas.  Segundo informações da polícia, a mulher de 28 anos, deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) localizada no Boqueirão, com a criança sem vida.

Ao examinarem o menino, os médicos constataram uma série de hematomas pelo corpo do bebê, principalmente nas regiões da cabeça, pescoço e rosto. As agressões eram evidentes e teriam começado a muito tempo. A criança chegou a ser torturada com ferro de passar roupas.

Os policiais comentaram que a mulher negou ter matado o menino, porém após a polícia entrevistar a irmãzinha da criança falecida, de seis anos, ela confessou o crime. A menina disse que a madrasta “batia sem pena” no bebê. 

De acordo com o delegado Pablo Rocha, responsável pela Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA), de Canoas, ao confessar o crime, a mulher disse apenas que “dessa vez exagerou e ele morreu”. Ainda segundo o delegado, ela não demonstrou nenhum tipo de sentimento sobre a situação. 

O pai da criança estava trabalhando quando a mulher procurou atendimento na UPA. A mulher deve responder tortuta e homicídio qualificado.


Com informações do site cliccamaqua , 07/11/2020 - 10h:03min