quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Homem com 200 mil arquivos de abuso infantil é preso em Operação e sai pela porta da frente de Delegacia após pagar fiança


 
Foto / reprodução

A Polícia Civil apreendeu mais de 200 mil arquivos contendo abuso infantil na casa de um técnico de informática, de 43 anos, que foi preso durante a operação Black Dolfhim,  em São José do Rio Preto (SP), na manhã desta quarta-feira (25).


De acordo com Alexandre Del Nero Arid, Coordenador de Inteligência da Polícia Civil de Rio Preto SP, o homem é apontado como chefe de uma quadrilha especializada em abuso e exploração infantil. “Nós encontramos um vasto arcabouço de arquivos de abuso infantil armazenados em máquinas, pen drives e cartões de memória”, afirmou Alexandre.

O técnico em informática foi preso no bairro Higienópolis.

Ele prestou depoimento na Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), pagou fiança arbitrada em R$ 5 mil e foi liberado para responder em liberdade pelo crime.

A Operação Black Dolphin que contou com o envolvimento de mais de mil policiais, foi realizada em 85 cidades de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro.


Ao todo, 53 pessoas foram presas em todo o país. Na região de Rio Preto, interior de São Paulo, foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão em Bálsamo, Monte Aprazível, Icém e Nova Granada (SP).


Com informações do site momentomt - Otavio Venturelli