quinta-feira, 19 de novembro de 2020

Mulher de 35 anos é condenada por ter relação com jovem de 17 nos EUA


 
Foto / reprodução
Uma mulher de 35 anos foi condenada ontem a 90 dias de prisão por ter relação com um jovem de 17, em 2016. A mulher, identificada como Amanda Steele, ainda terá que cumprir 300 horas de serviços comunitários e pagar US$ 4.671 (cerca de R$ 25 mil) em taxas e multas. Investigadores apontaram no julgamento que a mulher teve relações com o adolescente enquanto o menino faltava em aulas da escola e do seminário, nos EUA.

O adolescente, que não foi identificado por razões legais, disse aos investigadores que faltava às aulas da escola e do seminário que fazia para ir até a casa de Amanda para ter relação com ela. Segundo o site The East Idaho, ontem, o juiz distrital Darren Simpson condenou Amanda a 90 dias de prisão e sete anos em liberdade condicional, exigindo o bom comportamento da acusada.

A sentença foi determinada depois que Amanda se declarou culpada por duas acusações contra o adolescente. Originalmente, os promotores acusaram Amanda por três crimes de agressão infantil cometida por conduta, mas a sentença foi mudada após um acordo judicial.

No tribunal, Amanda ainda contou que houve ao menos dois encontros com o jovem, sendo um na casa do adolescente e outro na casa dela. Mesmo que o jovem tenha considerado a conduta como consensual, os promotores acusaram a mulher porque, de acordo com a lei do estado norte-americano de Idaho, um menor de 16 e 17 anos não pode consentir em ter relação com adultos cinco anos mais velhos do que eles.

Além da prisão, Amanda terá que cumprir 300 horas de serviços comunitários e pagar US$ 4.671 (cerca de R$ 25 mil) em taxas e multas, segundo os registros do tribunal.


Com informações do site: uol