terça-feira, 17 de novembro de 2020

Mulher espanca eleitora após descobrir que não votou no seu candidato que pagou 50 reais


 


O delegado Ângelo José Lages Machado, titular da 65ª DP (Magé-RJ), explicou nesta segunda-feira (16) que o vídeo onde aparecem duas mulheres brigando, espalhado ontem em grupos de WhatApp, foi registrado antes do domingo (15), dia das eleições municipais.

No vídeo, que dura menos de um minuto, uma mulher que estava em um carro com adesivos de um candidato do município da Baixada Fluminense discute com outra mulher e, logo depois, desfere nela tapas e pontapés.

Nos grupos de bate-papo, várias pessoas fizeram menção às eleições, alegando que a moça estava sendo agredida por não votar em determinado candidato.

Ângelo Lajes esclarece que o desentendimento foi por conta de uma publicidade postada em uma página do Facebook. “As duas mulheres trabalham com venda de comidas. Uma delas teria postado que a comida da outra estava com gosto de baratas e isso gerou toda essa revolta”.

O video foi gravado na semana passada, mas como ganhou projeção no dia da votação, a frase: ‘você postou’, passou a ser entendida como ‘você votou’. É preciso esclarecer que essa briga não é política”, explica o delegado.

Segundo a Polícia Civil, a agressora já foi identificada e convocada a depor. A 65ª DP ainda tenta identificar a vítima. Segundo o delegado, o vídeo foi gravado por uma pessoa anonima que passava pelo local.


Com informações do site: MixDeNotícias, Patrícia.