segunda-feira, 16 de novembro de 2020

Princesa de rodeio morre aos 21, após descobrir doença rara



A organização do rodeio de Jaguariúna publicou uma mensagem nas redes sociais lamentando a morte de Maria Eduarda.

Do UOL - A estudante de Medicina Veterinária Maria Eduarda Catão, conhecida por ser a princesa do Jaguariúna Rodeo Festival 2019, morreu aos 21 anos. De acordo com publicações de familiares nas redes, Maria descobriu há pouco tempo uma doença rara autoimune que atacou o fígado e não resistiu.

Segundo a funerária Bom Pastor na cidade do interior paulista, ela morreu na segunda-feira e foi enterrada no dia seguinte.

Adriana, mãe de Maria, publicou nas redes sociais diversos pedidos de oração pela filha e explicou, no dia 30 de outubro, que a jovem tinha uma doença autoimune, mas que estava sendo tratada com medicamentos na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital de Clínicas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

"Nesse momento [Maria] está sendo com tratada com medicamentos e com fé em Deus vai livrar do transplante do fígado e restabelecer toda saúde. Eu creio em nosso Deus. Ela está na UTI da Unicamp e é necessário que esteja dormindo para que não sofra. Tenham fé acredito no Deus do impossível que ele já salvou minha filha. Obrigada de coração a todos que estão nos ajudando nas correntes de oração isso alegra nosso Deus. Eduarda será testemunha viva do milagre eu creio", escreveu.

 
Maria Eduarda Catão, uma das princesas do rodeio de Jaguariúna em 2019 — Foto: Herola Reis


A organização do rodeio de Jaguariúna publicou uma mensagem nas redes sociais lamentando a morte de Maria Eduarda.

"Você faz parte da nossa história, nossa eterna Princesa. O seu brilho e encanto estará para sempre entre nós! Aos amigos e familiares, desejamos muita luz e conforto. Família JRF."

Na época de votação para o concurso do rodeio, Maria postou fotos dela para pedir o voto dos fãs e agradecer pelo apoio que vinha recebendo.