quinta-feira, 5 de novembro de 2020

SP: Jovem diz que matou e queimou o corpo do pai após caso de estupro, confira aqui! | UltimasNoticiasBrasil..com


SP: Jovem diz que matou e queimou o corpo do pai após caso de estupro, confira aqui! | UltimasNoticiasBrasil..com


A Polícia Civil de Taubaté (SP) prendeu ontem um jovem de 18 anos suspeito de matar o próprio pai. O crime aconteceu no último sábado (31), e o homem foi detido junto com a namorada, de 17, em um carro furtado na cidade vizinha de Redenção da Serra (SP). O motivo da violência seria uma suposta tentativa de estupro. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

Foi a PM (Polícia Militar) quem atendeu a ocorrência no fim de semana. No distrito de Quiririm, próximo à Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, em Taubaté, um corpo foi localizado em um porto de areia em chamas. Um exame realizado pelo IML (Instituto Médico Legal) no mesmo dia constatou que o homem havia sido agredido na cabeça, e o motivo da morte era traumatismo craniano.

Após o registro dessa ocorrência, as forças policiais começaram a investigar o caso. Até que, ontem, uma viatura da PM que fazia patrulhamento na Rodovia Major Gabriel Ortiz Monteiro, em Redenção da Serra, abordou um casal que estava em um veículo Gol. O carro tinha sido furtado.

O jovem, de 18 anos, acabou confessando que matou o pai, e disse que ia pegar a caminhonete de propriedade do pai, que estava manchada de sangue, para levá-la a um ponto onde seria queimada.

Depois de destruir a caminhonete, eles fugiriam para o sul de Minas Gerais para se esconder, segundo a investigação.

Tentativa de estupro após consumo de drogas

O UOL apurou com a Polícia Civil que tanto o jovem quanto a namorada disseram, em depoimento, que o pai do rapaz tentou abusar sexualmente da garota após os três consumirem drogas na casa dele.

Como 'defesa', o suspeito pegou um pedaço de madeira e acertou a cabeça do pai, que caiu inconsciente. Depois, colocou o corpo já sem vida na caminhonete e levou até a Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, onde ateou fogo para ocultar as provas.

A investigação aponta que, durante a fuga, o carro do pai ficou sem combustível na divisa com Redenção da Serra.

Os dois decidiram voltar a pé até Taubaté (distância de aproximadamente 25 km de onde o corpo foi deixado), até encontrarem o Gol que foi furtado.

A dupla foi levada para a sede do DEIC de Taubaté. O homem foi indiciado por furto e homicídio qualificado. Ele foi encaminhado ontem mesmo para uma penitenciária da região do Vale do Paraíba, que não teve o nome revelado.

Já a adolescente, que não teria participado diretamente da morte, foi ouvida e liberada.

Como os nomes dos envolvidos não foram revelados, o UOL não conseguiu contato com a defesa do rapaz, nem informações sobre enterro e velório do pai.

fonte: Uol