terça-feira, 17 de novembro de 2020

Você lembra da nota de R$ 10 de plástico? Este é o valor que ela vale hoje


 

Do 1 News - O ano era 2000 e o Brasil estava comemorando os 500 anos do descobrimento e para relembrar um pouco da história do país, o governo decidiu lançar uma nota de R$ 10 comemorativa.

Esta nota era totalmente diferente das demais: ao invés de papel moeda, era feita inteiramente em plástico. Na cédula era possível ver no verso uma figura que representava Pedro Álvares Cabral. Ele foi o responsável por chegar ao Brasil em 1500, no dia 22 de abril. 

Ainda havia, na nota, a descrição “Terra Brasilis”, uma forma como a terra tupiniquim era chamada pelos colonizadores.

Notas saíram de circulação em 2006

Por estarem sem uso prático há mais ou menos 14 anos, as notas possuem grande valia para quem é colecionador de moedas, notas comemorativas e verdadeiras relíquias da história recente.

Na época, o Banco Central emitiu mais de 250 milhões dessas notas. Elas tiveram fabricação na Austrália e passou por uma forte garantia de segurança: possuía doze marcas.

Era vista como uma forma moderna de dinheiro, mais durável. A retirada só ocorreu devido o encerramento do período de comemoração dos 500 anos do Brasil.

Mesmo fora de circulação, várias ainda estão pelo país

O Banco Central afirma não ter recebido mais de 3 milhões dessas notas. E as vendas, para quem está interessado, acontecem em vários sites, como o Mercado Livre, por exemplo. Dependendo do estado de conservação, a nota de plástico pode ser vendida até por R$ 200.

Ela é considerada rara dado o tempo e a pouca tiragem e é aguardado que, com o passar do tempo, seu valor tenda a subir.