terça-feira, 8 de dezembro de 2020

6 erros comuns cometidos na academia que vão prejudicar o seu corpo


 
Foto / reprodução

Você provavelmente conhece alguém que decidiu começar uma rotina de exercício físico, mas, no final das contas, um levantamento de peso malfeito comprometeu a coluna da pessoa  e a deixou de molho por uns bons dias. Quem quer apostar as fichas na academia precisa ir com calma e evitar erros comuns que uma multidão comete. 

Neste artigo, listamos 6 erros que você deve evitar na academia. Confira!

1. Sede ao pote

Ir com muita sede ao pote pode ser desastroso. O processo precisa acontecer de maneira gradual e consistente, de modo a proporcionar ao corpo tempo de adaptação.
Vá com calma e não se cobre, por exemplo, a execução da mesma ficha  do colega que malha há décadas. No começo, os exercícios podem parecer leves demais, mas essa é a regra, principalmente quando a pessoa é sedentária. À medida que você se acostumar, a planilha deve ser trocada. 

2. “Alongamento é bobagem”

Quem nunca ouviu essa expressão que atire a primeira pedra. Comumente as pessoas negligenciam a importância do alongamento antes e depois das atividades, encaram como bobagem, perda de tempo. Mas é justamente o contrário: essa prática proporciona ao corpo a flexibilidade que ele precisa para movimentar-se durante o treino e potencializa o rendimento de exercícios como musculação e corrida.

3. Não respeitar o intervalo entre as séries

Se o profissional que o acompanha disse que você precisa descansar dois minutos, são dois, não um ou três. O prazo é calculado levando em consideração o tempo que o músculo precisa para se recuperar para a próxima rodada de repetições. Nesse intervalo, ocorre a liberação de hormônios importantes para o crescimento muscular, aumento da força e a queima de gordura: o GH e a testosterona. 

4. “Só isso?”

Esse é um erro que os adeptos da hipertrofia cometem constantemente na academia: colocar peso demais. Forçar a barra (literalmente) pode fazer o músculo se distender em excesso e, no processo de regeneração, criar fibroses, machucados que causam perda de elasticidade. Quem acaba sofrendo é a coluna, que fica obrigada a segurar o esforço que outras articulações não suportam. 

5. “Conserta essa postura”

Quem não está acostumado à rotina de academia pode se sentir perdido quanto à postura correta ao executar os exercícios, mas é importante, desde o começo, prestar atenção nesse aspecto, porque qualquer deslize pode acarretar complicações sérias no sistema osteomuscular. Nem sempre manter o corpo ereto é o ideal, por isso, a supervisão de um profissional é tão crucial. 


6. “Só quero malhar essa parte aqui, o resto está ok”

É importante ressaltar a todos aqueles que optam por treinos na academia a necessidade de deixar os grupos musculares equilibrados. O corpo é formado por músculos antagonistas e agonistas, que se sustentam e trabalham simultaneamente, de modo que, por exemplo, exercitar a parte anterior da coxa e deixar de trabalhar o lado posterior deixará o joelho fragilizado e, portanto, mais suscetível a lesões.