terça-feira, 22 de dezembro de 2020

Advogado é preso após agredir garota em hotel no Nordeste


 


Foto: Reprodução
Um advogado, que não teve o nome divulgado, foi preso na noite da última terça-feira (1º) na cidade de Grajaú, a 580 km de São Luís, suspeito de agredir uma garota dentro de um hotel da cidade.
 
Segundo informações da Polícia Civil do Maranhão, o advogado foi ao hotel com duas garotas que trabalham com isso e acabou havendo um desentendimento entre os três. Durante a confusão, uma das mulheres ficou bastante ferida.

Em depoimento, a vítima das agressões afirmou que foi acompanhar uma amiga, que também atua nesse ramo, em um hotel da cidade. Ao chegar no local, a amiga ficou com o advogado em um quarto.

Na hora em que o advogado e a mulher que o acompanhava terminaram o encontro, a vítima cobrou o advogado, pois havia demorado muito tempo esperando por ele no hotel. O advogado se recusou a pagar a mulher e teve início a uma discussão.
 
A vítima relatou que saiu do quarto e começou a ser agredida tanto pelo advogado quanto pela amiga. Durante as agressões, a mulher foi ferida com vários cortes pelo corpo.

A mulher foi socorrida e levada a um hospital de cidade. A Polícia Militar foi acionada e prendeu o advogado e a outra garota de programa. O advogado foi autuado por tortura e desacato e a outra mulher foi autuada por tortura.

Como na cidade de Grajaú não tem cela especial para presos com formação em nível superior, o advogado foi trazido para a penitenciária de Pedrinhas, em São Luís, mas já foi posto em liberdade.

De acordo com a Polícia Civil, o caso está sendo concluído e será encaminhado ao judiciário no prazo legal (dez dias) para decisão da Justiça.

Com informações do site: G1