quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

Filho do fundador das Casas Bahia é acusado de abuso por 14 mulheres


 
Foto: Reprodução
O empresário Saul Klein, filho do fundador das Casas Bahia, Samuel Klein, é acusado de envolver e forçar 14 mulheres em festas na sua casa em Alphaville, São Paulo, em 2008. 

De acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o Ministério Público de São Paulo solicitou que Saul entregue seu passaporte e proibiu ele de manter contato com as vítimas.
As investigações são conduzidas pela Delegacia de Defesa da Mulher de Barueri. 

Em julho, a polícia arquivou outro inquérito com alegações semelhantes e que apurava exploração de uma menor de idade por parte de Klein.

À reportagem, a defesa do empresário afirmou que Klein negou os crimes cometidos por seu cliente e disse que Saul  é um sugar daddy, termo referente a homens com fetiches em sustentar mulheres mais jovens em troca de relações.

Com informações do site: bnews