quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

Influenciadora é presa por tirar fotos ‘quentes’ nas pirâmides do Egito


 
Foto / reprodução

O Egito é um país extremamente histórico, e a maioria das pessoas gostaria de visitar algum local dessa nação, principalmente as pirâmides, que formam um ponto turístico conhecido em todo o mundo. Mas parece que a visita de uma modelo e influenciadora digital ao local, não foi tão amistosa e ela saiu de lá presa.

Influenciadora é presa por tirar fotos na pirâmide

A influenciadora digital Salma El-Shimy, estava realizando um ensaio fotográfico no sítio arqueológico onde se encontra a pirâmide mais antiga do Egito quando foi surpreendida pelas autoridades.
Ela e o fotógrafo foram presos. . Segundo o Ministério de Turismo e Antiguidades do Egito, Salma não tinha autorização para tirar fotos no local, além disso, eles ainda destacaram que ela estava utilizando roupas inadequadas.

Salma estava usando um vestido branco, um pouco acima dos joelhos e colares que faziam referência aos grandes faraós do Egito Antigo. A influenciadora estava tirando fotos profissionais para fins comerciais e segundo as autoridades do país, essa prática exige autorização.




Ela e o fotógrafo foram detidos e tiveram que pagar multa

Segundo o fotógrafo, eles tiveram autorização dos organizadores do local para fazerem o ensaio, diante disso, alguns funcionários foram levados para prestar depoimento sobre o caso. A influenciadora e o fotógrafo foram detidos e pagaram fiança de mil libras egípcias que equivalem a R$330.

O fato é que essa não é a primeira influenciadora digital que é presa do Egito, além dela, mais nove mulheres famosas no TikTok, foram presas no país desde abril, esse número foi divulgado em uma reportagem do New York Time. As alegações para as prisões são de ‘violação dos valores familiares’.

Com informações do site tvprime -  Tatiane Braz