terça-feira, 29 de dezembro de 2020

Jovem de 17 anos é resgatada de cárcere privado; primo é suspeito de abusá-la


 


Foto: Reprodução
Na última segunda-feira (28), uma jovem de 17 anos foi resgatada de um cárcere privado no bairro do Itanhangá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, por policiais militares. As autoridades afirmam que a jovem era aprisionada em casa pelo próprio primo , que também abusava dela. Durante a operação, o primo não foi encontrado.

A adolescente era residente da Bahia e se mudou para o Rio de Janeiro com a promessa de trabalhar com o primo, Antônio Marcos. Segundo a PM, o primo na verdade não trabalhava e vivia aplicando golpes pela internet, onde vendia produtos que nunca eram entregues aos compradores.

A jovem disse que tinha vontade de voltar para a Bahia para ficar com a mãe, mas foi impedida pelo primo. Segundo a denúncia da mãe, ele exigiu R$2,5 mil para que a menina pudesse voltar para casa. 

A mãe da adolescente entrou em contato com o Conselho Tutelar do Município de Maracás, na Bahia, e a denúncia chegou até a polícia no Rio de Janeiro, revelou o portal G1. 

"Equipes do 31º BPM foram até o local, fizeram buscas e encontraram a jovem. Dois homens também acabaram presos", informou o major Ivan Blaz, porta-voz da Polícia Militar. Antônio Marcos, porém, não foi encontrado.

O major ainda afirmou que "situações de violência contra a mulher estão entre as três ocorrências de maior acionamento da Polícia Militar", em entrevista ao G1.