segunda-feira, 7 de dezembro de 2020

Mãe de atriz cuja história virou documentário também se suicida


 


Foto / reprodução
A mãe da atriz Daisy Coleman, garota cuja história deu origem ao filme “Audrie & Daisy” da Netflix, se suicidou quatro meses após a filha também se suicidar.

 Melina Coleman morreu na noite de domingo, de acordo com Daily Mail, que cita o SafeBae, um grupo de prevenção de violência sexual liderado por jovens e criado por Daisy.

"Em choque", foi na página deInstagram do grupo que a informação da morte de Melina foi compartilhada. A mãe também teria colocado um ponto final em sua vida.

"A dor sem fim de perder o seu marido,Tristan, e aDaisy era mais do que ela poderia enfrentar na maioria dos dias. A Melinda era uma veternária talentosa, mãe e mulher devotadas. Mais do que tudo, ela amava e acreditava nos filhos. Não foi por acaso que criou alguns dos filhos mais talentosos, apaixonados e resistentes. Os nossos corações estão com o Logan e Charlie. Não há palavras para a nossa tristeza, apenas que se estás a lutar contra um trauma ou depressão, não estás sozinho", acrescentam na mesma postagem.

A história da Coleman ficou conhecida em 2016, quando a Netflix lançou o filme sobre o estupro de Daisy com apenas 14 anos, em Maryville, Missouri, nos Estados Unidos.

“Audrie & Daisy” mostra ainda a perseguição e o bullyng que a garota sofreu por ninguém acreditar no que contava. Em depressão, jovem acabou se matando aos 23 anos, depois de descobrir que não poderia ter filhos.

Com informações do site: tnh1