segunda-feira, 28 de dezembro de 2020

Mulher descobre que estava grávida 30 minutos antes de dar à luz


 
Foto: Reprodução

Há alguns casos de mulheres que não ficam sabendo da gravidez até o momento de dar à luz . Foi assim que aconteceu com a estadunidense Ally Opfer. A moça só ficou sabendo que estava grávida 30 minutos antes de parir o filho, que hoje está com quatro anos de idade. Tudo aconteceu em 2016, dois dias antes do Natal.
Na época, Ally era uma estudante universitária e fazia parte do time de líderes de torcida da faculdade. Em 21 de dezembro, ela acordou e foi treinar com as meninas do time.
Ela percebeu que estava menstruada, mas isso não a impediu de ir praticar exercícios. "Claro que eu não ia deixar aquilo me impedir. Durante cinco horas eu fiquei fazendo acrobacias e estava animada como sempre por sentir meu corpo voando pelos ares", ela disse ao tabloide The Sun.

Quando voltou para casa, a jovem estava sentindo muitas dores. Ela colocou uma bolsa de água quente na barriga e tomou analgésicos, mas não passou o incômodo. "Eu estava exausta, mas não conseguia dormir. Estava estranho, eu nunca tive cólicas tão fortes antes", relembra.

Ally estava com muitas dores, mesmo assim continuou em casa e até ajudou o pai a empurrar o sofá.
"Eu nem sonhava que estava grávida. Sim, minhas menstruações estavam irregulares, mas eles sempre foram assim. Eu não tinha engordado e  em me sentia cansada ou percebia movimentos estranhos na barriga. Minha barriga estava chapada", conta. Quarenta horas depois do início das dores, ela aceitou fazer um teste de gravidez porque as dores pareciam contrações. O resultado deu negativo e a estudante correu para o hospital.

No hospital, o médico sentiu uma massa estranha na barriga dela. Ally esperava pelo pior e pensou estar com câncer, até que o médico perguntou se ela já havia engravidado antes e a moça respondeu que não. "Bem, parece que você está com uma gravidez de 38 semanas. Você está em pleno trabalho de parto. Nós temos que te levar para a sala de parto agora, você vai ter um bebê", o médico disse.

Ally descobriu que estava com a pressão muito alta e poderia ter sofrido um derrame caso demorasse mais para chegar ao hospital. Quando entrou na sala de parto, a moça ainda estava negando a realidade e só caiu em si quando ouviu o bebê chorando. "Eu ainda não conseguia vê-lo, eles o levaram para ser medido e pesado, mas eu era mãe. Tudo que eu conseguia pensar era: 'meu Deus, eu dei à luz?'", relembra. O menino nasceu completamente saudável e Ally decidiu chamá-lo de Oliver.

Com informações do site Delas Ig