sábado, 26 de dezembro de 2020

Mulher é suspeita de matar companheiro e colocar fogo na casa com corpo dentro em Itamaraju


 

Foto: Reprodução
Um crime brutal cometido por uma mulher chocou os moradores do bairro Novo Prado em Itamaraju

Itamaraju – A Polícia Militar de Itamaraju foi informada por populares na madrugada desta sexta-feira, 25 de dezembro, sobre a ocorrência de um incêndio em uma residência, localizada na Rua Paraíba, final da escadaria da rua, no Bairro Novo Prado, em Itamaraju. O fato aconteceu por volta de 1h e populares conseguiram conter o fogo, mas a casa ficou quase toda incinerada.

O morador da residência, identificado por vizinhos como sendo, Lázaro Lima da Silva, foi encontrado morto, com o corpo parcialmente carbonizado. A Polícia Militar informou o caso à Polícia Civil e a delegada do Plantão Regional, Rosângela Santos, esteve no local, juntamente com o servidor público, Anderson Barbosa e analisaram os fatos. A delegada autorizou a remoção do corpo para o IML de Itamaraju para exames de praxe.

Segundo informações, a maior parte do corpo da vítima estava carbonizado. O corpo estava enrolado em um lençol e havia um saco de cimento sobre o peito. A delegada solicitou uma perícia no local do incêndio que foi realizada pelos peritos do Departamento de Polícia técnica de Teixeira de Freitas, na manhã desta sexta-feira, 25 de dezembro.

Segundo informações, a autora do crime matou o companheiro na madrugada do dia 25, dia de Natal e depois colocou fogo na casa com o corpo dentro.

A polícia foi acionada por populares porque uma casa da Rua Paraíba estava em chamas. Quando a polícia chegou descobriu que em meio ás chamas havia o corpo de um homem que havia sido morto pela companheira.

No início da manhã a Polícia Técnica e Policia Civil, estiveram no local para os trabalhos de perícia e levantamento cadavérico. Um vídeo gravado por populares e postado em redes sociais mostra uma mulher chorando ao lado do corpo carbonizado e dizendo “foi ela”.

Segundo vizinhos, a vítima tinha um relacionamento conturbado com uma mulher, já identificada pela polícia, e que costumava andar na companhia de uma amiga, que é foragida da Justiça. A Polícia aguarda familiares para confirmar a identidade da vítima. As investigações ficarão a cargo do delegado titular de Itamaraju, Gilvan de Meireles.

Com informações do site: jornalalerta