terça-feira, 22 de dezembro de 2020

“Tira a mão de mim”, gritou vítima após Felipe Prior passar a mão nela


 

A coluna teve acesso ao boletim de ocorrência registrado por duas mulheres que acusam Felipe Prior de assédio durante uma festa na noite deste domingo (20/12) no Laguna Beach Club, em Brasília. O BO aponta lesão corporal e importunação por parte do ex-BBB contra as jovens.

As mulheres relatam que estavam na boate quando um homem passou a mão nas costas. Uma delas gritou “Tira a mão de mim”, e as duas saíram em direção ao caixa. Nesse momento, elas viram que algumas pessoas filmavam o ocorrido e uma desconhecida as avisou que o envolvido era Prior.

Nesse momento, segundo depoimento das vítimas no boletim de ocorrência, Prior abordou as jovens novamente: “Você acha que eu sou o que?”, ele disse. “Você é um abusador. Um ex-BBB”, falou uma das mulheres, de acordo com o B.O. “Você me chamou de abusador?”, perguntou ele. As mulheres contam que os seguranças da boate pediram que elas se retirassem do local.

Uma desconhecida filmava tudo e uma das mulheres deu um tapa no celular e o derrubou no chão. A desconhecida deu um soco na cabeça dela, que caiu em cima de plantas. Após registrar o B.O., ela foi encaminhada ao IML para exame de lesão corporal. As jovens afirmaram que a boate tem câmeras que podem ter registrado o assédio e a agressão.

Defesa

Procurado pela coluna, Prior negou as acusações. “Nunca fiz isso. Jamais passaria a mão em qualquer menina. Tenho até testemunhas que viram tudo”, disse ele. O ex-BBB afirmou ainda que estava na delegacia. “Estou registrando queixa, pois ela me chamou de abusador”, afirmou.

Com informações do site: Metrópoles, Leo Dias