quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

Três benefícios poderosos de consumir canela


 
Foto / reprodução
De acordo com um estudo comparativo realizado pela Universidade de Hong Kong, a canela tem maior capacidade antioxidante do que outras especiarias, como orégano e alho. Embora não seja recomendado seu consumo em grandes quantidades, é um aliado perfeito para o bom funcionamento do organismo.

Entre os benefícios mais poderosos de consumi-lo, cru ou em pó, estão os seguintes:

1. Ajuda a reduzir os níveis de glicose no sangue
A canela é um excelente substituto do açúcar, pois além de evitar o excesso de calorias, melhora a sensibilidade das células à insulina. O consumo dessa especiaria ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue em pessoas com pré-diabetes e a retardar a progressão para diabetes tipo 2.

2. Combater doenças respiratórias
Adicionar canela ao café ou chá é uma ótima maneira de aliviar os sintomas do resfriado comum, pois ajuda a reduzir o muco nas vias nasais. É ainda recomendável misturá-lo com mel para aliviar a tosse, irritação e dor de garganta.

3. Melhora a função cognitiva
Consumir canela pela manhã é um plano ideal para começar o dia com muita energia. Essa especiaria, de acordo com diversos estudos, estimula as funções cerebrais, ajudando assim a melhorar a atenção, a memória visual, o reconhecimento e a velocidade de resposta aos estímulos.

Canela de Cassia ou canela de Ceilão?
A canela de Cassia vem da China e a canela de Ceilão do Sri Lanka.
Qual é a diferença entre os dois, além do local de origem? O Ceilão fica muito melhor se o escolhermos para o consumo diário, pois é mais macio, mais doce e mais aromático.

Em contraste, Cassia contém altas proporções de curamina, um componente tóxico que em grandes quantidades pode causar danos ao fígado.

As sugestões postadas em nossa página não substituem de forma alguma a opinião de um profissional médico. Antes de colocar em prática qualquer um dos nossos conselhos, é recomendável pedir a opinião de um especialista.

Com informações do site: informebrasil