quinta-feira, 7 de janeiro de 2021

Após erro em funerária, família vela corpo da amiga da filha ao invés da jovem e caso gera revolta


 
Foto: Reprodução

O erro de uma agência funerária acabou resultando em uma grande confusão entre famílias de duas vítimas fatais de um acidente. Os parentes receberam os corpos trocados de duas jovens, que perderam a vida na mesma tragédia.

Eliana Benítez, 20, e Candela Martínez Bonaldi, 21, eram muito amigas e estavam viajando juntas de carro.
Na estrada, as duas jovens acabaram sofrendo um terrível acidente e, devido aos graves ferimentos, não conseguiram resistir.

As famílias das garotas, que moravam na Argentina, ficaram arrasadas com a perda, mas ainda tiveram que passar por outro triste episódio, uma troca dos corpos por erro da empresa funerária que estava cuidando dos velórios.

Devido à pandemia do coronavírus, as famílias levaram os corpos de forma alternada para a funerária. Eliana foi levada por volta das 10h00 para ser preparada para o velório e foi retirada cerca de cinco horas depois.

Depois que o corpo de Eliana foi retirado da funerária, a família de Candela levou o da jovem. Enquanto a primeira moça estava sendo velada, os parentes da segunda foram verificar o corpo e perceberam que havia ocorrido um erro.

A mãe de Candela viu que o corpo que havia recebido tinha anéis nas mãos, o que sua filha não possuía. Além disso, Candela tinha tatuagem, que sua mãe não encontrou. Enquanto isso na outra família o enterro acontecia, com muita tristeza e comoção sobre o corpo errado.

“Quando minha mãe chegou à empresa não quiseram abrir o caixão , mas depois concordaram. Quando abriram, minha mãe confirmou que quem estava lá era minha irmã, e o corpo de Candela era aquele que tínhamos velado e enterrado“, contou a irmã de Eliana em entrevista.

Diante da situação revoltante e dolorosa, as famílias das duas jovens resolveram entrar com um processo na Justiça contra a companhia funerária que cometeu o erro.

Com informações do site i7news - Aurilane Alves