quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

Brasileira que estava desaparecida é encontrada morta em praia de Portugal


 
Foto: Reprodução

O corpo da brasileira Angelita Seixas Alves Correia, de 31 anos, foi encontrado em uma praia de Portugal na última segunda-feira (11/1). A mulher é natural de Goiânia (GO) e estava desaparecida desde o dia 1º de janeiro.

O corpo da brasileira teria sido encontrado por um surfista, ao lado de objetos pessoais da vítima. O homem chamou a polícia. Personal trainer e instrutora de dança, ela vivia em Portugal desde 2016 e era casada desde 2018. Irmã da vítima, Suzana Alves Alcântara afirmou, em entrevista ao portal G1, que Angelita saiu de casa no dia 1º de janeiro.

Ela teria dito ao marido que iria para a casa de uma amiga. No mesmo dia, Angelita, que é uma mulher tran, teria feito uma transmissão ao vivo no Instagram, ocasião em que relatou estar sofrendo ameaças.

“Minha sobrinha chegou a ligar para ela depois e contou que a Angelita estava muito nervosa, olhando para os lados e pedindo para ligar para o marido dela”, disse Suzana em entrevista ao portal.

A irmã de Angelita mora no Brasil e afirma que tenta contato com as autoridades portuguesas para conseguir mais informações sobre o caso e pedir uma autorização de viagem, já que as fronteiras do país estão fechadas devido à Covid-19.

A reportagem acionou o Ministério das Relações Exteriores para saber se a pasta foi notificada sobre a morte de Angelita, mas não obteve retorno até o fechamento deste texto. O espaço segue aberto.

Com informações do site metropoles - REBECA BORGES