quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

Caso Milena: jovem pode ter sido abusada por mais de uma pessoa


 
Foto: Reprodução
Laudo pericial comprova que ela também foi dopada na fazenda de amigos no Rio Grande do Sul
 
Perícia comprova que Milena Eduarda Schreiber, de 15 anos, foi dopada e abusada na fazenda de amigos no Rio Grande do Sul. Um adolescente de 17 anos pediu ajuda e disse ter encontrado a jovem machucada. Porém, a polícia descobriu que ele estava mentindo.
Agora, o jovem é considerado o principal suspeito. O Cidade Alerta acompanhou o caso; confira

No dia 20 de setembro, Milena e a irmã mais nova, se reuniram com amigos para um churrasco em comemoração de um feriado da cidade, em uma fazenda de Ijuí (RS). Durante a reunião, a jovem sumiu por volta de 20 minutos, até que um rapaz de 17 anos, pediu ajuda e alegou que havia encontrado Milena machucada 

A jovem apresentou um forte sangramento, e por causa da hemorragia ela estava em estado de coma. Milena foi levada inconsciente para o hospital. Os médicos tentaram reanimá-la por aproximadamente 40 minutos, sem sucesso

O rapaz de 17 anos, que diz ter encontrado Milena, é o principal suspeito. Para a polícia ele alegou que tinha um relacionamento de 3 meses com a jovem e que o ato foi consentido, mas a família nega essa possibilidade

“Esse namoro existiu, simplesmente, em uma troca de mensagens, né?
O namorico de hoje (…) Se falavam pelo Whats, mas não existia namoro”, afirmou o pai de Milena, Cristiano Schreiber.

Nos laudos da perícia, foi comprovado de que Milena foi dopada e violentada, e que estava incapaz de pedir ajuda ou de se defender. Isso também levanta suspeita de que ela tenha sido abusada por mais de uma pessoa

Como o suspeito é menor de idade, o caso corre em segredo de justiça, por isso a polícia e a promotoria decidiram não se manifestar à reportagem.

Com informações do site: timesbrasilia