segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

Influencer pede socorro no Instagram afirmando ter sido agredida por empresário de Cuiabá


 


Foto: Reprodução


A influencer digital Kedma Oliveira, 27 anos, surpreendeu seus seguidores na noite desse domingo (3) ao publicar diversos vídeos com o rosto machucado e pedindo ajuda afirmando ter sido agredida pelo empresário José Derli Jr, filho de seu namorado, José Derli Rosa.

A jovem, que estava em uma viagem em Florianópolis (SC) com o namorado, apareceu nos vídeos ensanguentada, com a boca cortada e chorando muito, dizendo que queria ir embora e que estava sendo impedida.

Em uma sequência de imagem ela escreveu que o filho do namorado a havia agredido. Depois, começou a publicar vídeos contando o que teria ocorrido.

“Eu só quero ir embora, eles não me deixam, me trancaram, falaram que eu tinha que ficar aqui. Olha só o que ele fez com a minha boca, a minha mão. Eu não aguento isso. Eu preciso ir embora e ninguém me deixa ir embora. Eu ainda vou sair como culpada porque eles têm dinheiro”, disse Kedma nos vídeos.

“Como é que uma pessoa faz isso com uma mulher, cara? Olha isso, minha boca está inchada, está cortada”. “Todo mundo que está aqui na casa está do lado deles, ninguém vai falar nada”, falou a jovem.

Em seguida, ela publicou o endereço de onde estava e pediu que os seguidores chamassem a polícia, pois não estava conseguindo que uma equipe a socorresse.
Repercussão
Páginas do Instagram divulgaram a denúncia da jovem, que em uma noite saltou de 18 mil para 206 mil seguidores.

A Polícia Militar de Florianópolis recebeu tantas ligações que precisou pedir que as mulheres parassem de ligar para não congestionar a linha.

Durante a madrugada, a esposa de José Derli Jr publicou uma mensagem no story de seu Intagram pessoal dizendo: “Meu marido não é agressor, gente!! A menina está e é louca!!”.




Denúncia
Já durante a madrugada, Kedma publicou que estava sendo assistida por uma advogada e estava na delegacia.

Apesar de cansada fisicamente e emocionalmente, a jovem disse que “não iria se calar”.



De manhã, a digital influencer voltou aos stories e disse que estava em um hotel, que precisava ficar na cidade para passar pelo exame de corpo de delito e que seu voo seria somente nesta segunda-feira (4) à noite.

Ela rebateu, ainda, pessoas que estão dizendo que ela teria feito a denúncia para chamar atenção.

“Fiquem sabendo que eu abri mão de muita coisa para expor isso”.

Kedma disse que recebeu atendimento médico, recebeu dois pontos na boca cortada, mostrou um hematoma da testa e disse que foi agredida por vários socos na cabeça.

“O que me dói é que a pessoa que eu estou junto há tanto tempo, que dizia me amar, que dizia que eu era especial, que eu era a vida dele, viu tudo e ainda tentou me culpar, tentou falar que eu era culpada disso ter acontecido, não ficou do meu lado, não me protegeu”, disse a jovem em meio a lágrimas.

“Pra quem estava perguntando onde estava meu namorado, ex-namorado, na verdade ex-marido, porque nós moramos juntos, ele estava comigo, estava do meu lado, ele presenciou, ele viu tudo, na verdade ele até me segurou. E, cara, tenho 53 quilos, e a pessoa que eu amo, que eu confiava, que poderia ter me protegido, que poderia ter feito alguma coisa…”, afirmou a digital influencer.
Outro lado
O LIVRE entrou em contato com Derli Jr e com o pai Derli Rosa, assim como com Kedma, mas não conseguiu resposta. O espaço segue aberto para os três.

História
Kedma Oliveira ficou conhecia em 2017 após desaparecer e ser encontrada no Portão do Inferno, localizado na estrada que liga Cuiabá e Chapada dos Guimarães, onde tentou tirar a própria vida e foi salva pelo taxista que a levou até o local.

À época, ela deixou uma mensagem de despedida no Facebook, pedindo que os pais cuidassem da filha dela, e desapareceu. A mensagem viralizou e milhares de pessoas passaram a mandar mensagem positivas para a jovem.

Por fim, ela foi com um táxi até o Portão do Inferno e tentou se jogar. O taxista, porém, conseguiu salvá-la segurando-a pelos cabelos.




Mais tarde ela confessou que tentou tirar a própria vida ao descobrir que a irmã e seu ex-marido, o pai de sua filha, estavam supostamente se envolvendo amorosamente.


Com informações do site: