segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

Vídeo: Criança de 2 anos e pai atingidos por fogos disparados em aglomeração, ficam gravemente feridos


 
Foto: Reprodução
Em meio a pandemia do novo coronavírus qualquer aglomeração representa um risco a vida de todos os brasileiros, principalmente a aqueles no grupo de risco. Desta vez uma aglomeração desordenada no Distrito Federal (GO), onde pessoas sem proteção se reuniam colocou mais duas vidas em risco, mas de uma forma diferente.

Joel Luiz da Silva Ferreira de 23 anos, que havia saído de uma igreja foi atingido por fogos de artifício ao tentar atravessar a aglomeração. Sua filha de apenas 2 anos estava em seu colo também foi ferida. Ele relata:

“Eu tinha saído da igreja e chegava na casa da minha cunhada para desejar ‘feliz Ano-Novo’. Vi que tinha muita gente e não queria passar pela rua por causa das minhas filhas, mas era o jeito.
Não cheguei nem a dar 10 passos e fui atingido”.

A sobrinha de Joel, Daniele Pereira da Silva, presenciou o momento, contou que eles estavam passando pelo local onde tinham muitas pessoas, eles iam para a casa de um familiar onde estava acontecendo um churrasco quando um homem com um rojão na mão apontou para o lado e a bomba estourou. Ela disse que neste momento viu o tio correndo e a bebê chorava muito.

Daniele ainda relata o quanto a rua estava lotada e que todos pediam para um rapaz que soltava fogos em meio à multidão que parasse com aquilo, mas que ele continuava mesmo assim. Ela ainda conta que além de Joel e sua filha, estavam presentes sua esposa e a outra filha de 6 meses.
Daniele conclui:

“Na hora que aconteceu, eu vi que ele colocou a mão no rosto e só tinha sangue. Achei que a neném estava só chorando de assustada, mas ela também foi atingida, na perna e um pouquinho no rosto”.

Eles foram levados para o Hospital Regional de Ceilândia (HRC), onde a filha teve alta no mesmo dia. Joel precisou de cirurgia sendo encaminhado para o Hospital de Base, ficando internado até sábado dia 2 de janeiro.

Joel, que usou seu corpo para proteger sua filha lamenta que ela tenha se ferido, ele revelou que abraçou a criança mas mesmo assim a menina acabou bastante machucada.
 Confira o vídeo:

Com informações do site: Metrópoles