domingo, 21 de fevereiro de 2021

4 erros que homens cometem ao lavar suas partes e que podem ser perigosos


 
Foto: Reprodução
Nem todo homem sabe, mas uma limpeza incorreta ou mesmo falta de higienização das partes  pode resultar não somente em mau cheiro e infecções, mas também provocar danos sérios à saúde, como câncer e até mesmo necessidade de amputação do órgão.

O câncer é considerado raro, pois representa apenas 2% dos tumores malignos. Em estágio avançado, no entanto, a doença pode levar até à amputação do membro. E o número de casos é certamente maior do que você imagina.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), todos os anos, aproximadamente 1.000 homens têm o órgão amputado parcial ou totalmente. O motivo principal é, na maioria das vezes, a falta de higienização da região.

Erros que homens cometem ao lavar as partes
1. Eles não usam sabão: apenas um jato de água não é capaz de higienizar. Portanto, é fundamental o uso do sabão. O ideal é fazer espuma nas mãos e passar no órgão e não aplicar o sabonete diretamente na região.

2. Eles só lavam a parte externa do órgão: para que a limpeza seja completa e eficaz o homem deve puxar para trás o prepúcio (pele que encobre a cabeça do órgão) e higienizar com água e sabão toda a área.

3. Eles não lavam o órgão sempre: além de limpar o membro durante o banho, médicos recomendam que o homem higienize o órgão sempre após as relações e também depois do ato.
É importante remover todos os fluidos corporais, pois as bactérias podem se proliferar mais rapidamente quando eles ficam secos na pele.

4. Eles não secam o órgão depois de lavar: após realizar a higienização completa é fundamental enxugar bem toda a área, também puxando o prepúcio para trás, suavemente passando a toalha pelo membro. Secar o órgão para que ele não fique úmido evita a proliferação de fungos.

Da Times Brasilia