segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Acusado de matar o primo a pedradas é morto ao deixar a cadeia


 
Foto: Reprodução
A Polícia Militar foi acionada para comparecer final da tarde desta sexta-feira, dia 19, no Sítio Carretão, em Poço de Jose de Moura, na Região Metropolitana de Cajazeiras, onde populares encontraram o corpo do elemento, Edcarlos Ursulino Pereira, vulgo Lalau, de 34 anos, já sem vida.

O corpo apresentava perfurações de faca e pedra.

Segundo informações, Edcarlos matou o próprio primo André Luiz Batista de Sousa, de 22 anos, com pedradas em setembro de 2019, caso que revoltou toda região na época.

Lalau deixou a cadeia de São João do Rio do Peixe por volta de meio-dia, sendo encontrado já sem vida no final da tarde.

O local foi isolado para a realização da perícia. Em seguida, foi levado ao IML de Cajazeiras.

Com informações do site: Repercute PB