domingo, 14 de fevereiro de 2021

Canibal russo é condenado à prisão perpétua por matar e comer três amigos


 
Foto: Reprodução
O russo Eduard Seleznev, de 51 anos, foi condenado à prisão perpétua após confessar ter assassinado e comido partes dos corpos de três amigos. Os crimes foram cometidos entre março de 2016 e março de 2017. As informações são do jornal britânico Daily Mail.

De acordo com Seleznev, conhecido como o “Canibal Arkhangelsk”, ele embriagou e depois esfaqueou até a morte as vítimas de 59, 43 e 34 anos. Em seguida, ele relatou ter fervido pedaços dos restos mortais deles e os consumido.

Ainda conforme o homem, parte da carne foi guardada em sacos plásticos e o restante foi jogado no rio Voloknitsa, no distrito de Isakogorsk. Seleznev foi condenado pela Justiça de Arkhangelsk, capital da província de Arcange, na sexta-feira (12).

Segundo as investigações do caso, o russo se mudou para um dos apartamentos de uma das vítimas.
Após o assassinato, ele afirmou para os pais e os vizinhos da vítima que o homem havia ido trabalhar em outra cidade e que ele havia alugado o apartamento. A família da vítima pediu para a polícia investigar o desaparecimento do parente.

Os corpos dos três homens foram encontrados em avançado estado de decomposição e as condições deles, após terem sido parcialmente cortados, dificultaram a identificação. Foram necessários  “exames complexos” para a identificação das vítimas.
Durante o julgamento, Seleznev contou que também cozinhou gatos, cachorros, pássaros e outros pequenos animais locais encontrados nas ruas.

Conforme o jornal Daily Mail, o homem já havia cumprido 13 anos de prisão por outro duplo homicídio. Seleznev foi julgado e condenado por assassinato e uso indevido das partes dos corpos das vítimas. Pela sentença, ele não terá direito a liberdade condicional. O canibal também precisará pagar uma compensação moral aos parentes das vítimas, de cerca de um milhão de rublos (cerca de R$ 72,7 mil).

Com informações do site: msn