quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

Coveiros acusados de remover corpos ‘frescos’ para dar lugar a outros cadáveres são presos


 
Foto: Reprodução

 grande número de óbitos em um curto espaço de tempo devido à pandemia da Covid-19 trouxe um problema para várias cidades, que é a falta de espaço para sepultar tantos mortos. Em um cemitério na Calábria, três coveiros foram presos sob a suspeita de removerem corpos ‘frescos’ para dar espaço a novos sepultamentos.

Essa remoção dos corpos vinha sendo feita de forma ilegal no país que enfrenta um sério problema pelo fato de alguns dos cemitérios não terem mais espaço para sepultarem as vítimas do coronavírus.

A polícia está investigando o caso e acredita que os três coveiros recebiam dinheiro dos familiares para que o defunto finalmente pudesse ‘repousar’. Os investigadores também tentam descobrir se há outras pessoas envolvidas neste esquema.

Moradores locais ficaram chocados quando foram ao cemitério visitar o túmulo de seus familiares e descobriram que o corpo havia sido substituído por outro.


Após receber uma denúncia, a polícia instalou câmeras no cemitério, mas de forma que ninguém percebesse e foi desta forma que os coveiros acabaram sendo flagrados e agora são acusados de formação de quadrilha, profanação de túmulo, violação grave, entre outros crimes.

“As imagens de vídeo nos permitiram documentar como esses três homens, sem escrúpulos, extraíram cadáveres de sepulturas“, informou uma nota divulgada pela polícia. Foi confirmado que alguns dos defuntos retirados das covas estavam mortos há anos, mas outros foram sepultados recentemente. Os corpos retirados eram jogados no lixo ou queimados.

Com informações do site:  i7news - Russel