domingo, 28 de fevereiro de 2021

“Ele falou que estava com sede de tomar meu sangue”, diz caminhoneiro que matou vizinho


 
Foto: Reprodução
O caminhoneiro Luiz Bernardino, de 34 anos, matou o eletricista Rodrigo Macedo, de 37 anos, após um desentendimento na porta da sua casa. Antes de se entregar para a polícia, ele conversou com a nossa equipe sobre o dia da confusão;

Rodrigo estava realizando um churrasco em casa, quando Luiz chegou e estacionou o caminhão na frente do local. Nesse momento, começou a discussão 

Rodrigo então avisou que Luiz não poderia mais estacionar ali

Nesse momento, a briga começou e teve a interferência de um outro vizinho, chamado Francisco. Rodrigo estava com uma faca na mão por conta do churrasco que estava realizando e durante o tumulto chegou a ameaçar Francisco  

Luiz então tomou posse da faca e, mesmo assim, o eletricista não parou de brigar

Luiz conta que Rodrigo foi em sua direção e foi nesse momento que ele esfaqueou o eletricista. O caminhoneiro alega que só golpeou para se defender

Durante a entrevista, Luiz contou que foi ameaçado: “Ele falou que estava com sede de tomar meu sangue”, disse o caminhoneiro sobre o eletricista. 

Luiz revela que não foi a primeira vez que o eletricista o agrediu

“Ele já tinha comprado até arma para me matar”, explicou o caminhoneiro alegando legítima defesa.

Arrependido de ter matado o vizinho, Luiz se apresentou à polícia. Ele disse que se pudesse voltar no tempo não faria novamente e tentaria resolver a situação de outra forma

Como não houve prisão em flagrante, Luiz vai aguardar o julgamento em liberdade.

Com informações do site: times brasilia