segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

Empresa vai doar vinhos todo mês à idosa de 101 anos que entregou currículo para comprar a bebida


 
Foto: Reprodução
Uma empresa de vinhos entrou em contato com os familiares de Maria Cardoso para oferecer a doação de vinhos para ela. A senhora de 101 anos, que viralizou nas redes sociais após a psicóloga Juliana Araújo revelar que recebeu o currículo profissional da idosa por meio de uma das bisnetas da idosa, vai receber os mimos todo mês.

Após a repercussão do caso, a idosa contou ao G1 que gostaria de arrumar um emprego para que pudesse comprar seu vinho e sua carne sem depender dos familiares.

Para o portal G1, a idosa que é moradora de Promissão, em São Paulo, contou que gostaria de arrumar um emprego para poder comprar o que gosta sem precisar depender de seus familiares. As informações foram divulgadas em primeira mão pelo G1.

Vários familiares da idosa trabalham em um frigorífico da cidade e a idosa já demostrou por diversas vezes o interesse em trabalhar na empresa. Maria diz querer trabalhar para poder comprar seus “vinhozinhos” e sua “carninha”, para assim, não ter que depender somente do dinheiro de sua filha. “Ajudar um pouco”, disse a idosa.

Mesmo diante da repercussão do caso, a ideia do currículo não passou de uma brincadeira feita pelos familiares da idosa. A bisneta de Maria, Pâmela Cristina Matias Gomes, enviou o documento para a empresa através de um grupo no WhatsApp, o que acabou chamando a atenção de Juliana, que trabalha na área da seleção dos funcionários da empresa.

A psicóloga conta que Pâmela enviou o currículo de Maria e pediu para que ela fizesse uma entrevista com a idosa. Juliana diz ter levado um susto quando verificou a idade de Maria, por isso, pediu para que ela fosse levar um currículo pessoalmente.

Ainda ao G1, Maria conta que não completou os estudos, já que teve que trabalhar na roça desde os 9 anos. Além disso, a idosa também faz questão de ressaltar que a ideia não passou de uma brincadeira, já que ela não poderia trabalhar no escritório da empresa porque não sabe escrever.

Após a repercussão do caso, a bisneta de Maria contou que uma empresa de vinhos entrou em contato afirmando que vai doar garrafas da bebida todo o mês para a idosa.

Com informações do site: i7news