segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Gracyanne Barbosa desabafa após prisão do marido e cantor Belo


 
Foto: Reprodução
Gracyanne Barbosa se manifestou sobre a prisão de marido, o cantor Belo, na tarde desta quarta-feira (17/2), em cumprimento a uma ação para punir os responsáveis pela realização de um evento musical no Complexo da Maré, no último sábado (13/2).

“Vivemos um novo normal, certo? Esse novo normal é para alguns ou para todos? Todos nós estamos nos virando para nos adequar às novas normas. Não existe vilão ou mocinho. Seria maravilhoso e ideal se pudéssemos ficar trancados em casa aguardando a vacina chegar, que por sinal vai demorar para o brasileiro. Mas como pagamos nossas contas?”, indagou a musa fitness. Gracyanne externou ainda que ela e o marido respeitam as normas de segurança da OMS, saindo de casa apenas para trabalhar.

“Nós ficamos meses em casa. E, mesmo agora, não viajamos, não curtimos festas, bares e praia. Mas precisamos sair para trabalhar. Todo o Brasil já voltou a trabalhar. Na realidade do nosso país, muitos nem puderam parar. Triste. E triste ver alguns destes sendo oprimidos em suas tentativas de continuidade ao trabalho. O setor do entretenimento voltou à ativa, com novas regras também, novos formatos. Meu marido foi abençoado com o talento do canto. Ele é contratado para isso. Chega pela porta de trás nos locais de shows, vai direto ao camarim e entra no palco. Só em cima dele ele tem o contato e a noção do público”, desabafou.

“Belo tem feito a parte dele”

“Desde que foi liberado a volta dos shows, o Belo tem feito a parte dele. Cumpre as normas, testa sua equipe, verifica tudo pertinente a ele e a sua equipe. E assim se espera que todas as outras partes também façam. Belo tem profundo amor e respeito por seus fãs. Por isso, ele arrasta multidões e ainda os embala com músicas que passam mensagem de amor. Ele se preocupa com aglomerações e sempre reivindica quando se burla alguma regra deixando ele ou seus fãs em risco”, pontou Gracyanne. A esposa do cantor lembrou que ele já foi infectado pelo novo coronavírus e se preocupa com a sua família.

“Ele já pegou Covid. Em casa tem a minha sogra e outros familiares nossos na zona de risco. Logo, nosso cuidado é redobrado também para a nossa casa. Ele não pode trazer para a casa uma reinfecção, ou uma variante. Mas, volto a dizer, precisamos trabalhar, por nós, nossa família e diversas famílias que dependem deste trabalho. Belo sempre atenta a todos, que só sairemos dessa pandemia e desses momentos ruins se todos nos unirmos e fizermos nossa parte. É importante que o público se cuide também. E, se for em um show do meu marido ou outro qualquer, denuncie para a casa ou artista alguma irregularidade que o deixou em risco, seja com questões de saúde ou outras questões”, disse.

“Mas é isso, respirar fundo e paciência. Trabalhar com arte sempre foi matar um leão por dia. Nos dias atuais e de pandemia, é matar mil leões a cada hora”, finalizou.

Coluna Léo Dias – Metrópoles