quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

Homem morre fazendo algo que muita gente já tentou; último diálogo com o pai comove


 
Foto: Reprodução
Administrador de empresas, o brasileiro Diogo Fernandes de Oliveira tinha um sonho: ir morar nos Estados unidos. O rapaz de 26 anos morava em Goiás e já havia tentando entrar no país mais rico do mundo em três oportunidades, entre os anos de 2009 e 2019. Todas as tentivas foram frustradas.

Em 2021, o rapaz queria tentar novamente. Para isso, ele comprou uma passagem até Cancun, no México, e de lá rumou para a divisa do México com o estado do Texas acompanhado de um homem que atua como “coiote”, responsável por colocar imigrantes ilegais para dentro dos Estados Unidos.

No dia 7 de dezembro, Diogo entrou em contato com o pai. O último diálogo chama a atenção. “Pai, vou fazer a travessia agora à noite, depois nos falamos. Beijos”, disse o rapaz. Nem ele, nem o pai imaginava que aquela seria a última conversa. O homem morreu ao tentar entrar nos Estados Unidos.

Ao pular o muro que separa os dois países, o brasileiro caiu. Na queda, ela quebrou a bacia e bateu a cabeça. Foi um tombo fatal. O sonho de entrar nos Estados Unidos foi interrompido pela morte do brasileiro de 36 anos. Os trâmites para traslado do corpo para o Brasil demoraram. Autópsia comprovou que ele morreu de traumatismo craniano.

No último domingo (7), dois meses depois da morte, o corpo de Diogo Oliveira, enfim, foi sepultado na cidade de São Luís de Montes Belos, em Goiás. Os familiares e amigos ficaram desolados com o ocorrido. Um familliar desabafou e disse que todos estavam mais consolados em saber que agora o brasileiro está descansando em paz.

Com informações do site: I7news