domingo, 28 de fevereiro de 2021

Homem que matou a esposa por causa de futebol deixou a prisão; áudio traz detalhe inédito


 
Foto: Reprodução

O empresário Leonardo Souza Ceschini, preso no 23 de janeiro, após a morte da esposa, Érica Fernandes, foi solto nesta quinta-feira (25). Leonardo confessou o crime. A morte de Érica aconteceu no dia da final da Copa Libertadores da América, entre Palmeiras e Santos. Ela era palmeirense. O marido, corintiano.

Érica comemorava o título da Libertadores e afirmou que iria para a porta do estádio do Palmeiras para comemorar a conquista. O programa Balanço Geral, da Record TV, exibiu detalhes do caso. O apresentador Reinaldo Gottino mostrou uma cópia do alvará de soltura.

Leonardo foi para a casa de familiares.
O casal em dois filhos gêmeos. As crianças pequenas estavam no apartamento onde eles moravam, na zona oeste de São Paulo, quando houve a briga. Érica e Leonardo chegaram a ir juntos para a porta do estádio do Palmeiras.



Do local, o marido enviou um áudio para um primo da esposa. “Essa filha da p… da tua prima agora está domesticada aqui, tá boazinha, aí em casa ela é uma filha da p… quero matar ela”, disse Leonardo. Ao fundo, é possível ouvir som de torcida. A briga entre eles teria ocorrido depois disso, quando Érica foi esfaqueada e não resistiu aos ferimentos. Leonardo também estava ferido e foi encaminhado a um hospital, onde ficou sob escolta policial.

O caso da morte de Érica continua repercutindo. A família dela, inclusive, acusou a família de Leonardo de levar objetos do apartamento onde o casal morava. Uma prima de Érica gravou vídeo mostrando que o microondas havia sido levado embora.


Com informações do site:  i7news - Diogo Marcondes