quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Jovem mata conhecida a facadas e posta vídeo rindo após o crime


 
Foto: Reprodução
Um jovem de 18 anos postou um vídeo em rede social em que confessa — em tom de deboche, em meio a risadas — ter matado a moça cujo corpo aparece caído no chão de um imóvel em Pirituba, na Zona Norte de São Paulo. A vítima, atingida por golpes de faca por volta das 14h30 desta segunda-feira, dia 22, foi identificada como Ingrid Oliveira Bueno da Silva, de 19 anos. O autor do crime, Guilherme Alves Costa, afirmou em outra postagem que seu objetivo era divulgar um material por escrito contendo planos de executar pessoas cristãs.

“Vocês estão achando que é tinta, montagem ou algo do tipo, mas não é. Eu realmente matei ela, entendeu?”, afirma Guilherme na publicação.

Eles se conheceram pela internet e Ingrid foi visitá-lo na casa dele, onde foi atacada. Não há informações ainda se a jovem seguia alguma religião, mas ela era conhecida na web por participar de jogos online. Uma comunidade de jogadores postou nota de luto em um grupo de Facebook. Amigos e conhecidos lamentam sua morte.

“Hoje (segunda-feira, dia 22) tivemos uma perda dentro da comunidade CODM (Call of Duty Mobile), Sol que jogava na FBI ESports foi brutalmente assassinada na tarde de segunda-feira.
Estaremos em luto durante 24hrs em sua homenagem. Não a conhecia, mas empatia é sempre bom. Que Deus conforte sua alma e a de seus familiares e amigos. F”.

A Secretaria de Segurança Pública do estado informou que o jovem foi preso em flagrante nesta segunda-feira. Ao ser questionado, ele disse que cometeu o homicídio “porque quis”.

Segundo informações do boletim de ocorrência, policiais militares foram acionados para atender uma ocorrência de mulher esfaqueada e, na residência de Guilherme, encontraram o corpo de Ingrid com “diversas facadas”. O óbito foi constatado por uma equipe do resgate.

O autor do crime fugiu após golpear a vítima e chegou a dizer para a família que ia cometer suicídio. O irmão de Guilherme, contudo, contou aos policiais que conseguiu convencê-lo a não se ferir e a se entregar. Ele afirmou também que não conhecia Ingrid. Os parentes da vítima não tinham informações a fornecer sobre a relação dela com Guilherme.

Cerca de 30 minutos após o crime, o autor compareceu no Distrito Policial, onde confessou o homicídio e disse que conheceu a vítima na internet há pouco mais de um mês. O jovem contou que planejou o crime e afirmou ter escrito um livro contendo explicações sobre seus objetivos e os motivos que o levaram a cometer o homicídio. Os agentes conseguiram uma cópia do suposto livro que foi então anexada ao inquérito policial. O celular do autor do crime foi apreendido.

Ainda de acordo com a SPP, foram solicitados exames periciais e carro de cadáver. O caso foi registrado como homicídio qualificado no 87º DP. O estudante ficou à disposição da Justiça.

As imagens divulgadas pelo assassino mostram o corpo da jovem já sem vida em meio a muito sangue. Um outro vídeo mostra a prisão do rapaz; confira abaixo:




Fonte: Extra