sábado, 13 de fevereiro de 2021

Ladrão é pego por populares e leva surra de pau nas mãos;


 
Foto: Reprodução
A cada bolo de pau nas mãos o ladrão gemia e se entortava todo diante do carrasco.
  
O doloroso recado foi dado para ladrão ficar sabendo que não tem vez na Comunidade Cemitério dos índios, situada no bairro da Nova Cidade, Zona Norte de Manaus. 

A área agora é habitada por famílias carentes e que não tinham sequer um pedaço de chão para construir um barraco para morar.

É por isso que os perigosos membros de facções criminosas aplicam suas regras de disciplina e não permitem que as famílias sejam vítimas de roubo e de furto.

O exemplo de que ladrão apanha de pau na mão se quebrar a regra aparece em um vídeo que está circulando nas redes sociais.

Um ladrão é castigado com nada mais nada menos que 80 bolos nas duas mãos que “gostam de mexer no alheio”.

A cada bolo de pau nas mãos o ladrão gemia e se entortava todo diante do carrasco

De acordo com a fala do homem que aplica as pauladas nas mãos do ‘maldito ladrão” ele empurrou a porta de uma residência.
 
Não se sabe se o ladrão chegou a entrar e roubar, mas pelo sim ou pelo não, os bolos de pau que ele pegou foram bem doloridos.

A cada dez bolos o bandido tinha que confirmar que foi ele quem empurrou a porta de uma residência durante a madrugada.
 
O fato do ladrão gemer e se entortar todo a cada lapada de pau nas mãos não provocaram nenhum sentimento de pena no carrasco.

Não teve chororô que desse jeito até completar a dolorosa soma de 90 bolos nas mãos do ladrão

Quando a cessão de tortura e disciplina estava para chegar ao fim o carrasco leu a sentença e explicou porque o ladrão estava apanhando:

“Pegou sessenta bolos porque tu tava roubando na Comunidade dos Índios e aqui a gente não quer ladrão não tu tá ouvindo”.
 
E ainda tinha mais vinte bolos dolorosos para o ladrão encarar antes de ser liberado pela facção criminosa.


 
Por Portal do Zacarias