quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Mãe de Ísis Helena escreveu carta antes de morrer em cadeia: ‘Não vou pagar pelo que não fiz’


 
Foto: Reprodução
Jennifer Natalia Pedro estava presa após confessar ter matado a filha, Ísis Helena, de apenas 1 anos e 10 meses. O caso teve grande repercussão nacional em março do ano passado. Na última segunda-feira (22), Jeniffer foi encontrada morta em sua cela na prisão de Tremembé.

Segundo informações divulgadas pelo R7, a jovem estava com um lençol amarrado em volta do pescoço, o que indica que ela pode ter tirado a própria vida. O corpo foi encontrado por carcereiros da prisão e as investigações estão sendo realizadas pela polícia.

No programa Cidade Alerta de ontem, Luiz Bacci leu uma carta que teria sido deixada por Jeniffer. A carta foi escrita no dia 3 de fevereiro, 19 dias antes da morte, e foi entregue à mãe dela. As duas conversam bastante por carta. No vídeo abaixo, a partir do 16:15 você tem acesso à carta na íntegra.

Jeniffer enviou carta para a mãe dias antes de ser encontrada morta

Na carta, Jeniffer diz que sente saudade da família e que ama demais a mãe. “Aqui está cheio de Covid, tem várias celas isoladas, em suspeita, três pessoas testaram positivo.
São mais de 40 presas com suspeita”, disse Jeniffer em parte da carta. A doença causada pelo coronavírus já matou mais 247 mil brasileiros desde março do ano passado.

Em outro momento, Jeniffer pede para a mãe avisar ao advogado que vai recorrer de uma falta e que havia uma outra presa disposta a falar tudo o que viu que fizeram com a suspeita do assassinato de Ísis Helena. “Eu não vou pagar pelo que não fiz”, disse a mulher, que teria desafetos dentro da prisão. A polícia tenta encontrar uma outra carta em que Jeniffer abria o jogo sobre seus desafetos.

Com informações do site: i7news