segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

Mãe é presa suspeita de torturar e matar filho de 8 anos por ele ter "Comportamento difícil"


 
Foto: Reprodução
A mãe de uma criança de oito anos de idade foi presa, nesta terça-feira (2), suspeita de torturar e matar o filho, em Itapipoca, no Litoral Oeste do Estado. Em depoimento, ela relatou que o a criança tinha um "comportamento difícil". Os outros dois filhos da suspeita foram entregues a familiares paterno das crianças. Segundo a Polícia Civil, Carla Valeska da Silva Costa, 28, levou a vítima, já sem vida e com diversas lesões pelo corpo, para uma unidade de saúde, a fim de ocultar o crime.

Aos funcionários do local, ela relatou que o menino teria levado uma queda, o que explicaria os ferimentos e a morte da criança, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública.

No entanto, as apurações apontaram que as marcas encontradas no menino não eram compatíveis com lesões provocadas por uma queda, informou a pasta.

No desdobramento das investigações, a Polícia Civil descobriu que a criança já vinha de um histórico de agressões, sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar do município.

Outros filhos
Diante dos fatos, ela, que não tinha antecedentes criminais, foi autuada em flagrante por tortura que resultou em morte. A Polícia Civil segue investigando o caso e aguarda o laudo cadavérico para concluir o inquérito policial.

Carla Valeska agora está à disposição do Poder Judiciário. Os outros dois filhos da suspeita foram entregues a familiares paternos das crianças.

Com informações do site: Diário do Nordeste