terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

Mãe grávida é presa por torturar filhos: 'amarro porque eles não obedecem'


 
Foto: Reprodução
Uma mãe suspeita de torturar os filhos em Arapongas, no norte do Paraná, voltou a ser presa, na noite da última sexta-feira (12). Ela, que está grávida de oito meses, havia sido detida junto com o marido no dia 5 de fevereiro, mas acabou solta após ter a liberdade provisória decretada no último domingo (7).

De acordo com a delegada Thaís Orlandi Pereira, que cuida do caso, com o andamento da investigação ficou comprovado que o casal torturava o filho de quatro anos e deixava o menino amarrado dentro de casa. Os dois, inclusive, já haviam sido denunciados há alguns anos ao Conselho Tutelar, mas depois o órgão não havia mais sido notificado.

Em depoimento, os pais ainda tentaram jogar a culpa um no outro. No entanto, a polícia não acreditou nas versões e ambos permanecem presos.
Caso sejam condenados, a pena pode chegar a oito anos de prisão.

“Ele [pai] confirmou, falou assim: ‘Sim, eu já vi meu filho amarrado, mas não era eu que o amarrava, era a minha esposa. Mas para não criar confusão, eu não desamarrava’. […] Ele chegou a relatar até que a criança, às vezes, mamava amarrada e a mãe falava assim ‘espera ele dormir que daí a gente desamarra”, contou a delegada.

Com informações do site: ograndenews