quarta-feira, 10 de março de 2021

CRUELDADE: Homem de 27 anos que matou covardemente casal de idosos


 
Foto: Reprodução

Um omem de 27 anos (não identificado) confessou ter matado o casal de idosos Maria Aparecida de Oliveira de 65 anos e José Geraldo de Oliveira, de 69., no dia 16 de fevereiro, em São José do dos Quatro Marcos, interior de Mato Grosso.

O suspeito foi preso, nesta terça-feira (9), em uma cidade no interior de São Paulo. É investigado por homicídio qualificado, ou seja, praticado por motivo fútil e com requintes de crueldade.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito matou o casal depois de uma discussão. João não teria autorizado o homem a pescar em sua propriedade, e foi morto a facadas por ele.
Mesmo Maria não tendo presenciado o crime, o suspeito decidiu matá-la por receio que de que ela o denunciasse.

O casal foi encontrado pelo próprio filho, em sua casa na zona rural do município, com vários sinais de violência e cortes causados por facadas na cabeça.

Antes disso, ele viu o carro do pai pegando fogo em outra região da cidade. O corpo de Maria estava em um dos quartos da casa com ferimento e uma corda no pescoço, enquanto de José no curral.

Após o registro do caso, a Polícia Civil tratou o caso como latrocínio (roubo seguido de morte). Mas as investigações levaram que o suspeito cometeu o crime por motivo fútil. Os policiais civis descobriram que o suspeito teria fugido para Buritama (SP).

O delegado responsável pela investigação, Edison Ricardo Pick, representou pelo mandado de prisão e de busca e apreensão do suspeito, que foram aceitos pela Justiça. Policiais foram até a cidade paulista e, com o apoio da força policial local, conseguiram localizá-lo e prendê-lo. Ele confessou o crime.

“Com o interrogatório e confissão do suspeito foi possível confirmar o que foi apurado nas investigações, mostrando que a intenção dele foi de tirar a vida das vítimas com requintes de crueldade e não de roubar como inicialmente pensado”, informou o delegado Edison Pick.

A Polícia Civil solicitou ao Poder Judiciário de Araçatuba a transferência do preso para São José do dos Quatro Marcos MT.

 

Com informações do site:  momentomt