domingo, 21 de março de 2021

Emocionante: Veja o que falaram do menino que tentou vender aviões para comprar um celular


 
Foto: Reprodução
No objetivo de comprar um celular, um menino de apenas 7 anos comoveu os internautas após tentar vender aviões de papel que ele fez em uma praça de Cubatão, em São Paulo. Arthur Ferreira dos Santos aparece em uma foto, que foi compartilhada por diversos usuários das redes sociais, ao lado dos seus “produtos”.

De acordo com informações passadas ao G1 pela mãe do menino, Marcella Ferreira da Silva, de 24 anos, ela não estava ciente do “plano” de Arthur. Mesmo assim, ao encontrar o filho triste, ela decidiu comprar todos os aviões que ele estava vendendo e depois o levou para a casa.

Ainda segundo a mãe, há alguns meses, o aparelho celular de Arthur acabou caindo na maré, por isso, deixou de funcionar. Sem o aparelho, o menino decidiu vender os seus aviões de papel na intenção de comprar um celular novo, por isso, saiu de sua casa sem que a mãe se desse conta.

Marcella conta que ele inventou que fazer os aviõezinhos, mesmo assim, ela ressalta que não sabia quais eram as intenções do filho ao ver os “produtos”, ele apenas dizia a ela que iria fazer aviões de papel.

Um dia depois disso, o menino saiu de casa no período da tarde e, ao procura-lo a mãe decidiu ir até a praça de Cubatão, onde Arthur costuma brincar. Chegando ao local, Marcella conta que o filho estava lá, sentado ao lado dos seus aviões e triste, afirmando que estava vendendo avião e que o pequeno custava R$ 0,10, o médio R$ 0,25 e o grande R$ 1.

A mãe conta ainda que questionou o filho sobre suas intenções ao vender os aviões, e ele disse querer um celular novo.
Além disso, Marcella diz ainda que outras crianças chegaram a chamar o seu filho de doido, afirmando que ele não conseguiria vender os aviões de papel. Diante disso, ela disse ao filho que compraria todos os seus produtos por R$ 3, ele aceitou e depois disso eles foram para casa. Mesmo assim, ela conta que Arthur afirmou que com o dinheiro que ganhou dela ele não conseguirá comprar um novo aparelho celular.

Com informações do site: I7News